JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 02 de julho de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Continua depois da publicidade



PM faz operação para homenagear soldado morto em serviço em BH

Voltada à proteção do homem do campo, a inciativa, em homenagem ao Soldado Arruda, realizou ainda entrega de doações ao Lar de Acolhimento ao Idoso Lição de Vida

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

22/05/2022 - 00:00:00. - Por Carlos Paiva

Foto/Divulgação

Operação foi lançada na sexta-feira como parte de uma sequência de ações em favor da segurança na área rural

Policiais militares do 67º Batalhão da Polícia Militar (67ºBPM) da 5ªRPM, com sede em Uberaba, desencadearam operação policial em homenagem ao soldado PM Gustavo Henrique Arruda, de 24 anos, baleado e morto enquanto atendia ocorrência em Belo Horizonte. A operação, denominada “Sodado Arruda”, é voltada para o homem do campo e a entrega de alimentos e fraldas geriátricas ao Lar de Acolhimento ao Idoso – Lição de Vida. O comandante da 5ªRPM, coronel Carlos Frederico Otoni Garcia, conduziu a solenidade de lançamento da operação.

Durante o evento de liberação do efetivo, o comandante do 67ºBPM, tenente-coronel Michel Leandro Abrão, realizou homenagem ao soldado PM Gustavo Henrique Arruda com o toque de silêncio.

Foi realizada também, durante a operação, Ação Cívica Social (Aciso) com entrega de alimentos e fraldas geriátricas ao Lar de Acolhimento ao Idoso – Lição de Vida. Os itens doados foram obtidos por meio de doações por comerciantes de Uberaba que se dispuseram a contribuir.

O responsável pelo Lição de Vida agradeceu a iniciativa da Polícia Militar e aos parceiros envolvidos, afirmando que os itens serão de grande proveito para a instituição que atende idosos em situação de vulnerabilidade.

Foram doados e entregues durante a operação “Soldado Arruda” 522 fraldas geriátricas, 19 quilos de macarrão, 15 quilos de açúcar, 24 quilos de farinha de trigo, 45 quilos de arroz, 111 unidades de molho de tomate, 4,5 quilos de café e 10 quilos de carne de frango.

Militar foi baleado pelas costas durante ocorrência de venda ilegal de arma

O corpo do soldado PM Gustavo Henrique Arruda foi trasladado e sepultado, nesse sábado, em Ipatinga (MG), na região do Vale do Aço. O militar servia no Batalhão de Choque e foi baleado enquanto atendia a uma ocorrência de tráfico de armas no bairro Jardim Alvorada, na região Noroeste de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar, os militares do Choque foram informados de que em uma lanchonete estava acontecendo a venda de armas de forma ilegal.

O soldado PM Arruda teria ido descaracterizado com outro policial militar para realizar o chamado “policiamento velado”. Durante a abordagem para verificação da informação, o soldado

Arruda foi baleado pelas costas pelo proprietário da lanchonete. O autor teria recebido a arma de fogo da esposa. O casal foi preso.

Um sargento, que estava fardado, foi baleado no braço e já recebeu alta.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar