JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 18 de janeiro de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Continua depois da publicidade



Homem encontrado morto e com os pés amarrados tinha envolvimento com o tráfico

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

13/01/2022 - 16:47:43. - Por Carlos Paiva Última atualização: 14/01/2022 - 06:24:46.

Corpo do homem encontrado boiando e com os pés amarrados nas águas do rio Grande, próximo aos ranchos em Volta Grande, divisa do estado de São Paulo e Minas Gerais, na quinta-feira (6), foi identificado ainda de forma extraoficial. Familiares estão sendo aguardados no IML de Franca (SP) para que seja feito o reconhecimento, mas por fotografia já disseram que se trata do mato-grossense Itamar Henrique Squiçato, de 38 anos.

O laudo pericial e do médico legista ainda não foram disponibilizados à autoridade policial que preside as investigações, mas é provável que a causa da morte seja afogamento, pois não apresentava perfurações aparentes.

O inquérito policial que investiga a morte do mato-grossense tramita na cidade de Miguelópolis (SP), mas existe a possibilidade que seja transferido para a cidade de Conceição das Alagoas (MG). Suspeita-se que o corpo tenha sido encontrado em águas mineiras e levado por pescadores para região no rio Grande que pertence a Miguelópolis.
Ele é filho de tradicionais comerciantes em Juara (MT) e tinha envolvimento com o tráfico e uso de drogas na região de Uberlândia (MG) e Uberaba. Segundo o pai do rapaz, ele estava internado em clínica de reabilitação para dependentes químicos na região de Uberaba.

A reportagem do Jornal da Manhã conseguiu informações dando conta que em Uberlândia, o mato-grossense foi recolhido para o presídio da cidade em 18 de março de 2012 e saiu em junho do mesmo ano. Ele também tem vários registros por assaltos, mas é um caso de homicídio em que ele é apontado como uma das vítimas que chama atenção.

Em 26 de outubro de 2012, três homens tentaram matar Itamar Henrique Squiçato com três tiros. Ele conseguiu se esquivar e os tiros acertaram e mataram um morador de rua desconhecido. O mato-grossense se apresentou à polícia e contou quem seriam os autores e o mandante.

Em Uberaba, Itamar Henrique Squiçato teria sido preso duas vezes: em 15 de abril de 2021, por tráfico de drogas, e em 12 de novembro de 2021, por posse de drogas para uso. Porém, ele não tem registro na penitenciária Professor Aluizo Ignácio de Oliveira.

Ainda conforme informações, existem suspeitas de que o mato-grossense tenha sido morto em um “acerto de contas” envolvendo facção criminosa voltada para o tráfico de drogas, roubos e homicídios que atua também em Uberaba. 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia