JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 15 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Guarda Municipal realizou mais de 8,9 mil atendimentos este ano

O maior volume de ocorrências é relativo à fiscalização de aglomerações em eventos e reuniões familiares, desobedecendo às normas sanitárias de contenção à pandemia

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

15/05/2021 - 00:00:00. - Por Joanna Prata

Foto/Divulgação

Guarda Municipal realizou 2,5 mil atendimentos em ocorrências relativas à fiscalização de enfrentamento à Covid-19

Guarda Municipal (GM) de Uberaba realizou 8.943 atendimentos nos quatro primeiros meses do ano, o que resultou em 981 autuações, 162 porções de drogas apreendidas e 68 pessoas conduzidas. Números estão em relatório divulgado esta semana e que indica que o maior volume de ações se traduziu em fiscalização de contenção à Covid-19, somando 2.556 ocorrências dessa natureza.

O comandante da GM, Marcelo Neves, disse que a maioria dos eventos irregulares acontece nos fins de semana e se trata, geralmente, de reuniões familiares. “A gente lembra que o que é liberado na onda vermelha é a visita familiar, só que, quando verificamos que a característica é de um evento, a pessoa é autuada”, alertou o comandante Neves. No patrulhamento daGuarda Municipal também estão incluídos bares e igrejas, para que não ocorram aglomerações.

Entre os pontos levantados pelo comandante durante as abordagens nas aglomerações ele relata que já ocorreu de serem identificados foragidos da Justiça, que foram encaminhados para a delegacia. A multa para quem organiza eventos é de R$10,3 mil e para aqueles que estejam no local é de R$565. “A gente orienta as pessoas para que não participem, caso sejam convidadas para alguma festa. Esses eventos estão proibidos e, no momento da abordagem, será solicitado o documento dos participantes e todos serão autuados”, frisou Marcelo.

Entre outras ações exercidas pela GM, destacam-se as que se referem à Lei Maria da Penha. A Guarda faz a chamada “Patrulha Maria da Penha”. São feitas visitas às famílias que possuem medidas protetivas por proximidade. “Verificamos se o agressor está na casa ou nas proximidades. Caso isso seja constatado, ele é preso e apresentado ao plantão policial”. Esse trabalho foi iniciado em outubro de 2020 e é uma operação feita em conjunto pela GM e a Casa da Mulher Brasileira. Foram 17 ocorrências dessa natureza no primeiro quadrimestre de 2021, que resultaram em sete encaminhamentos ao plantão policial.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia