JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 04 de março de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Homem surta com a família, joga gasolina nos cômodos da casa e resiste à prisão agredido a PM

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

27/01/2021 - 00:00:00.

Um homem de 33 anos foi preso pela Polícia Militar na noite desta segunda-feira depois de surtar com a família e tentar incendiar a casa. O caso aconteceu no bairro Jardim Paris. Segundo o boletim de ocorrência, os familiares do autor disseram que ele chegou exaltado na residência e que teria jogado gasolina nos cômodos da casa. Quando os policiais militares chegaram no local, duas pessoas tentavam acalmar o homem.

A companheira dele disse que assim que ele chegou do trabalho, colocou alguns pertences pessoais no carro, além de alguns móveis numa “carretinha” e que momento antes disso ele tinha sido avisado por mensagem de aplicativo que a filha teria furado a orelha, motivo este que ela acredita ter sido a justificativa para a“fúria”.

Tanto a companheira, como a filha, disseram que o homem frequentemente fica nervoso e agressivo. Os policiais militares deram ordem para que o autor saísse da casa, mas ele respondeu dizendo “não chamei a polícia aqui e não tenho nada para conversar”. Pela resistência, e pelo porte do autor foi preciso força para realizar a intervenção policial.

Foi dada voz de prisão em flagrante para o homem, mas ele não respeitou e jogou uma caixa de som em direção aos militares, sendo usado então um jato de spray para quebrar a resistência do autor. Durante o trabalho dos policiais, familiares tentaram intervir na ação com empurrões.

Foram apreendidos o galão de combustível usado pelo homem, a caixa de som arremessada nos policiais, o carro dele com pertences pessoais e a carretinha com os móveis. O homem preso recebeu assistência médica e foi levado para a delegacia de plantão. No final da ocorrência, ainda de acordo com o boletim, um aluno do 8º período do curso de direito compareceu na delegacia dizendo que queria acompanhar o preso. Ele alegou que possui a carteira de inscrição da OAB, mas segundo a legislação ele só pode acompanhar o cliente nestas situações apenas depois de concluída a graduação.
 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia