JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 23 de setembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Bandidos descontam cheque com assinatura falsa

04/08/2020 - 15:25:18. Última atualização: 04/08/2020 - 15:29:52.


Uma mulher de 35 anos procurou a Polícia Militar para relatar que foi vítima de estelionato. 

De acordo com informações da vítima, ela teve debitado em sua conta R$ 996 referente a um cheque que tinha sido descontado. 

Não reconhecendo a operação, a vítima foi até a Caixa Econômica Federal e, ao ver o cheque, disse ao atendente que não reconhecia aquela assinatura e nem o homem que tinha ido até a agência. 

A agência informou que os bandidos utilizaram com cheque com final “98” e tentaram descontar o valor de R$ 998, mas ele não foi aceito. Mas em sequência tentaram descontar o valor de R$ 996 com cheque de final “99”, tendo êxito no golpe. 

Compras pela internet. Uma empresária de 36 anos perdeu cerca de R$ 3 mil ao tentar comprar uma bicicleta pela internet. De acordo com informações repassadas por ela à Polícia Militar, ela teria efetuado a compra da bicicleta no dia 24 de julho e realizado a transferência bancária para a empresa no nome do vendedor. 

Com a demora para entrega do produto, ela tentou entrar em contato com a empresa e também o vendedor e viu que ele havia excluído a página do facebook e não atendeu a vítima, que ficou com o prejuízo. 

Whatsapp clonado. Uma mulher teve o Whatsapp clonado e procurou a PM para registrar o boletim de ocorrência. De acordo com informações da vítima, ela teria recebido uma mensagem em seu telefone de que o aplicativo teria desconectado e que para voltar a operação ela deveria utilizar um código.

Ao utilizar o código ela teve o aplicativo clonado. Diversos contatos da vítima receberam mensagem com pedido de ajuda com transferência em dinheiro, sendo que uma das amigas da vítima caiu no golpe fazendo transferência de valores. 

Leilão virtual. Um homem de 50 anos perdeu cerca de R$ 29 mil em transação em um leilão virtual. A vítima acreditando que estava fazendo uma bom negócio, comprou uma picape Strada em um leilão. Ainda segundo a vítima ele fez um cadastro no site do leilão e foi direcionado para uma conversa no whatsapp. 

Após negociações, a vítima fez dois depósitos, um no valor de R$ 9 mil e o segundo de R$20.067,00. Após a realização do depósito as conversas foram bloqueadas ele não conseguiu mais contato com a empresa de leilão.  

A Polícia Civil lançou, em julho uma cartilha virtual “Golpe, só se for nos criminosos”, para  alertar a população sobre os principais golpes praticados atualmente, além de dar dicas de prevenção e cuidados necessários. Ele apresenta 16 tipos de golpes, divididos em três modalidades:

  1. Golpes presenciais;

  2. Golpes pela internet;

  3. Crimes praticados por telefone.

Entre eles estão os golpes da clonagem de WhatsApp, o do cartão cortado recolhido pelo falso motoboy, o do falso intermediador de vendas e o do falso sequestro.

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia