JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 09 de agosto de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Dono de casa incendiada diz ter sido vítima de ação criminosa

Fogo que teria se iniciado às margens de linha férrea atingiu casa de alto padrão na “Quinta da Boa Esperança”, e o proprietário acusa vizinho pelo incêndio

07/07/2020 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende

Foto/Reprodução

Bombeiros combateram o incêndio, mas não puderam evitar que a casa fosse tomada pelo fogo

Continua depois da publicidade

Casa de alto padrão em área de aproximadamente mil metros quadrados se incendiou na noite de domingo (5). O imóvel está localizado na rua César Daia, bairro Quinta da Boa Esperança, a cerca de 200 metros do Museu de Arte Decorativa (Mada), e o proprietário do local se diz vítima de ação criminosa.

O fogo teve origem em uma vegetação próxima, se alastrou para o imóvel e se potencializou no madeiramento. O Corpo de Bombeiros (CB) foi acionado, enviou equipes ao local, mas não conseguiu evitar que as chamas destruíssem a casa.

O proprietário da edificação, de 61 anos, apontou que o incêndio teve origem criminosa, causado por vizinho de 53 anos. Segundo o proprietário do imóvel, o vizinho foi preso no dia 2 de julho, por porte ilegal de arma de fogo, por atrito entre eles. O homem de 53 anos nega todas as acusações.

Relato de uma testemunha, contido no documento da Polícia Militar, aponta que o fogo teria se iniciado durante o dia, próximo à linha férrea, e, após ser combatido pelo CB, se reativou e teria atingido duas residências, sendo que uma com danos apenas no muro da divisa. Foram utilizados cerca de 30 mil litros de água na ocorrência. Apesar da proximidade, o Mada não foi atingido.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia