JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 17 de fevereiro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Lista de foragidos Procura-se tem dois fugitivos prioritários de Uberaba

Lançada em 2017, com 12 alvos considerados prioritários para o sistema de Segurança Pública de Minas, a lista do programa Procura-se continua ativa e já surtiu resultados

22/01/2020 - 00:00:00. - Por Thassiana Macedo

Lançada em 2017, com 12 alvos considerados prioritários para o sistema de Segurança Pública de Minas, a lista do programa “Procura-se” continua ativa e já surtiu resultados. Quatro já foram presos com a ajuda do programa, um deles por ações criminosas em Uberaba. O projeto busca a prisão de indivíduos foragidos da Justiça, com mandados de prisão em aberto, por meio de denúncias pelo telefone 181, que tem sigilo total. 

Os alvos foram escolhidos levando-se em consideração a prática reiterada de crimes graves, como homicídio, roubo e tráfico. Parte dos indivíduos listados também possui relação com explosão de caixas eletrônicos no Estado, além de roubos a bancos. A lista completa está disponível no endereço http://procurase.seguranca.mg.gov.br/.

Entre os procurados em Uberaba estava Carlos Leandro de Faria, conhecido como Leandrinho, pela prática de homicídio. Ele também era apontado como suspeito de tráfico de drogas, porte ilegal de arma e receptação. Leandrinho foi o primeiro foragido a ser preso pela Polícia Militar de Uberaba, após o lançamento da lista. Ele chamou a atenção dos militares quando trafegava pelo bairro Parque das Américas, em veículo clonado, junto com outros dois indivíduos, que também foram detidos.

Paulo Roberto Tomé Júnior, Thomé ou Juninho, continua procurado por roubo e por tráfico de drogas na cidade. Já Marcelo Correia Araújo é procurado por roubo em Uberaba e Unaí.

Ao ligar para o 181 Disque Denúncia para dar informações sobre procurados, o cidadão tem sigilo e anonimato garantidos. Ele poderá fornecer detalhes sobre onde atuam, veículos que utilizam, quem são seus comparsas, quais são seus horários, onde foram vistos ou qualquer outro detalhe que possa contribuir com o trabalho das forças de segurança. 

A escolha dos nomes foi realizada de forma conjunta por Ministério Público de Minas Gerais, Secretarias de Estado de Segurança Pública (Sesp) e Administração Prisional (Seap), em parceria com as Polícias Federal, Militar, Civil, Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros Militar.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia