JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 19 de janeiro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Homem é preso sob suspeita de furto de cavalos no bairro Antônia Cândida

A vítima do furto, homem de 33 anos, deu falta dos animais e, após averiguação na área onde os equinos estavam, constatou o corte de quatro fios da cerca

12/12/2019 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende Última atualização: 12/12/2019 - 08:15:35.

Divulgação


Animais foram encontrados em área invadida e o principal acusado tentou negar o furto, mas caiu em contradição

"Pode me matar de bater que não falo onde está a égua e nem quem era o outro envolvido." A frase foi proferida por homem de 44 anos, suspeito de furtar três cavalos. Boletim de ocorrência foi registrado pela Polícia Militar após os animais terem sido subtraídos de chácara na rua Eva das Graças, bairro Antônia Cândida. 

A vítima do furto, homem de 33 anos, deu falta dos animais e, após averiguação na área onde os equinos estavam, constatou o corte de quatro fios da cerca. O proprietário dos cavalos foi até a Base de Segurança Comunitária (BSC), na avenida Ramid Mauad, bairro Beija-Flor, para comunicar o furto.

Agentes de segurança pública começaram diligências em busca dos animais e receberam informação de que um homem estava tentando vender cavalos com as mesmas características dos que haviam sumido da chácara – uma égua de cor preta, uma de cor castanha e uma alazã (marrom) – e que o suspeito estava morando em área invadida.

De posse das informações, a vítima e um tenente da PM foram até o local e localizaram dois dos animais subtraídos. Inicialmente, o homem suspeito de ter furtado as éguas tentou negar a ação, afirmando desconhecer a presença dos animais no local, porém, na sequência, relatou que buscou os animais em uma chácara vizinha, devido ao fato de os cavalos terem sido abandonados. 

Enquanto atendia à ocorrência foi repassada a informação que os animais haviam sido subtraídos por dois homens. Questionado, o suspeito afirmou que não revelaria onde estava o outro animal, nem a identidade do comparsa. A PM submeteu o suspeito a análise médica e posteriormente foi levado até a presença do delegado de polícia.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia