JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 15 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Bombeiros chegam a receber 350 chamadas de incêndios em um dia

Somente no mês de setembro, até o dia 20, foram mais de 3,7 mil ligações, sendo que no dia 18 foi o recorde, com 350 chamadas

22/09/2019 - 00:00:00. - Por Tulio Micheli Última atualização: 22/09/2019 - 17:24:18.

O número de focos de queimadas no Brasil atingiu na semana que passou o recorde dos últimos sete anos, com 72.843 pontos registrados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) entre janeiro deste ano e a última sexta-feira (20), um número 83% maior do que no mesmo período do ano passado. 

O levantamento do Inpe, feito diariamente por satélite, mostra que apenas entre o domingo e a segunda-feira, apareceram 1.346 novos focos no país. Desde a última quinta-feira, são 9.507 novos pontos de queimada.

E em Uberaba, a situação não é nem um pouco diferente do que em todo o resto do País. Apenas entre os dias 14 e 20, foram gerados cerca de 102 registros de incêndios florestais em Uberaba e região.

Até a última sexta-feira, a central do Corpo de Bombeiros de Uberaba registrou 38.130 ligações apenas nas linhas 193. Somente no mês de setembro foram 3.719 ligações, sendo que no dia 18, data em que a cidade mais parece ter sofrido com incêndios, foram registradas 350 ligações em um só dia. O número assusta e impressiona, uma vez que o volume de chamas neste dia superou o número de ligações do dia do ataque ao Banco do Brasil, por exemplo.

Os números foram repassados pelo tenente-coronel Anderson Passos, comandante do 8º BBM de Uberaba. Somente em uma semana, foram mais de 100 ocorrências onde os militares tiveram que conter focos de incêndios.

“A gente já estava se preparando para o mês de setembro, uma vez que dados mostraram que os focos crescem muito neste período, mas o número da destruição assusta bastante. Infelizmente, estamos batendo um triste recorde, pois a área queimada superou, e muito, aquela registrada no ano passado”, disse Passos.

Mas parece que nem tudo está perdido. O comandante afirmou à reportagem que, curiosamente, após a prisão de um incendiário na última quinta-feira (19), o número de incêndios na sexta-feira (20) diminuiu. 

“Parece que o pessoal percebeu que a segurança pública não está aqui para ficar de brincadeira. Se tivermos as denúncias, vamos intensificar todas as ações possíveis com o apoio da Polícia Militar para prender essas pessoas. Esperamos que o cidadão possa continuar a fazer a sua parte”, finalizou Passos.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia