JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 21 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Jovens são presos após comprar convite de festa com notas falsas

Vítima anunciou em rede social a venda de ingressos para evento universitário que acontece a partir de amanhã (20)

19/06/2019 - 00:00:00. - Por Tulio Micheli Última atualização: 19/06/2019 - 14:05:47.

Divulgação



Suspeitos foram presos e confessaram que compraram o dinheiro pela internet, na proporção de R$1 mil por R$200

Duas pessoas foram presas em Uberaba na última segunda-feira (17) após ser flagradas com notas falsas. A ocorrência foi registrada por jovem de 19 anos, que vendeu convites de uma festa universitária que irá ocorrer nos próximos dias na cidade e percebeu que havia recebido dinheiro falso. Outros dois jovens presos, um de 18 e outro de 21 anos, foram autuados e encaminhados à penitenciária “Professor Aluízio Ignácio de Oliveira”. 

De acordo com informações da Polícia Militar, o rapaz contou que colocou anúncio em um grupo na internet para vender o passaporte de uma festa universitária. Na noite de segunda-feira, o suspeito de 18 anos encontrou em contato com a vítima, afirmando ter interesse em comprar o convite. Após negociarem, o suspeito foi até a casa da vítima e pagou R$320 em dinheiro. Depois que ele foi embora, o rapaz conferiu as notas e percebeu que eram falsas.

Depois de ser informada do ocorrido, a PM iniciou as buscas e encontrou o suspeito na casa dele, no bairro Pacaembu, junto com o outro jovem de 21 anos. No imóvel, sobre uma mesa, foram encontradas mais 27 notas de R$20, todas aparentando ser falsas, além da pulseira para entrar na festa universitária. A PM também foi até a casa do jovem de 21 anos, onde foram apreendidas mais duas cédulas de R$20. Com ele também foi encontrada uma nota de R$20. 

Ainda de acordo com a PM, a dupla contou que R$1 mil em notas falsas foram compradas pela internet pelo valor de R$200. Toda a transação foi feita pelos celulares dos dois jovens e, por isso, os aparelhos também foram apreendidos. A dupla e as notas falsas acabaram levadas à Delegacia da Polícia Federal e o flagrante foi ratificado.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia