JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 20 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

POLÍCIA

Presidente da Câmara de Vereadores de Delta rebate acusações de agressão após prisão

Circula pelas redes sociais uma foto de Fabiano da Silva em uma pizzaria logo após ser solto, ainda na noite de ontem, mas o vereador garante que estava no local apenas para se alimentar

15/05/2019 - 16:41:46. - Por Luiz Gustavo Rezende Última atualização: 15/05/2019 - 16:49:19.

Foto/Jairo Chagas


Vereador Fabiano da Silva esteve no JM nesta manhã e, em entrevista, tentou desqualificar o registro da ocorrência lavrado pela Polícia Militar

Fabiano da Silva, presidente da Câmara Municipal de Delta, esteve na sede do Jornal da Manhã nesta manhã (15). Ele rebateu acusações de agressões contra a ex-esposa e tentou desqualificar o Registro de Defesa Social (Reds) redigido pela Polícia Militar (PM) na terça-feira (14), dia em que foi detido após desentendimentos no ato de assinatura de documentos de divórcio no cartório do município vizinho, localizado a 35 km distante de Uberaba.

O vereador, acompanhado da advogada Vanderlúcia Mendes, afirmou que depredou um veículo que também é propriedade dele e da ex-esposa. “Eu chutei o carro sim, mas o carro também é meu”, rebate, afirmando que não foi às vias de fato de forma corporal.

Ele disse que o ataque de fúria se deu após receber um telefonema da Câmara Municipal de Delta, ambiente onde ele classifica estar enfrentando “perseguição política”. De acordo com Fabiano, a guarda da filha é compartilhada, o que lhe dá o direito para pegar a criança e levá-la para casa.

Entretanto, sobre a testemunha identificada como filha da vítima, que relatou agressões constantes contra a mãe dela, não foi rebatida nem pela advogada que acompanhava o vereador nem pelo próprio Fabiano.

Foto do vereador acompanhado de dois advogados em uma pizzaria da cidade de Delta foi compartilhada em aplicativos de mensagens, após eles serem liberados pelo delegado de plantão. Ele expressou que demorou a ser atendido na delegacia e esteve no estabelecimento estritamente para se alimentar, não consumindo bebida alcoólica, e que a estadia no local não teve cunho comemorativo.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia