JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 17 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Meio de campo deve ser decisivo no 1º jogo da final da Copa do Brasil

Após passarem por Grêmio e Botafogo nas semi, Cruzeiro e Fla chegam com sede pelo título após temporadas sem grandes conquistas

Última atualização: 02/09/2017 - 09:29:36.

Foto/Divulgação

Thiago Neves jogou de falso atacante no jogo contra o Grêmio, pela semifinal da Copa do Brasil

Na próxima quinta-feira (7), Cruzeiro e Flamengo fazem o primeiro jogo da final da Copa do Brasil no Maracanã. Após passarem por Grêmio e Botafogo nas semifinais, os dois times chegam com sede pelo título após temporadas sem grandes conquistas para ambos os lados.

Mas quem será que tem mais poder de decisão para o primeiro duelo? Para este primeiro jogo, as duas equipes não poderão contar com jogadores que vêm sendo importantes no Brasileirão. Pelo lado do time Mineiro, a principal ausência certa será o atacante Sassá que, assim como o zagueiro Digão e o volante Messidoro, foi contratado no meio da temporada e não puderam ser inscritos no torneio.

Já pelo lado da equipe rubro-negra, além de Diego Alves, Rhodolfo e dos meias Everton Ribeiro e Geuvânio, que também foram contratados no meio do ano e não estão inscritos, o Flamengo não terá o atacante Paolo Guerrero, suspenso.

Sem os seus principais centroavantes no momento em campo, as atenções estarão voltadas para o meio de campo, no embate entre Thiago Neves e Diego, dois experientes meias que são extremamente criativos e ótimos finalizadores. Com características parecidas, os dois são as principais apostas de suas respectivas equipes para o primeiro embate no Maracanã.

Pelo lado rubro-negro, o experiente meia terá ao seu lado Everton e Berrío, além da proteção de Willian Arão e Cuéllar (se Reinaldo Rueda repetir a escalação da equipe). Já na reserva, o comandante tem boas opções para entrar em campo ao longo do jogo como os garotos Vinícius Júnior e Lucas Paquetá, além de Márcio Araújo, Rômulo, Mancuello e até Conca que jogou na última quarta-feira contra o Paraná pela Primeira Liga. Thiago Neves jogou de falso atacante no jogo contra o Grêmio, pela semifinal da Copa do Brasil. No entanto, com Rafael Sóbis em melhor condição física e o jovem Raniel mostrando fome de bola, Mano Menezes deve voltar a utilizar um atacante de origem para o primeiro jogo da final. Com o meia voltando a atuar em sua posição de origem ele pode ter a companhia do experiente Robinho, além de Allison ou Elber, com Henrique e Hudson fazendo a proteção por trás.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia