JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de novembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

USC tenta reverter a punição sofrida por Ewerton Maradona

O departamento Jurídico do Uberaba Sport Club corre contra o tempo para contar com o futebol do meio-campista Ewerton Maradona na estreia do Campeonato Mineiro

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

Última atualização: 25/01/2011 - 23:40:36.

O departamento Jurídico do Uberaba Sport Club corre contra o tempo para contar com o futebol do meio-campista Ewerton Maradona na estreia do Campeonato Mineiro, diante do América-MG, no sábado, 29, às 17h, no estádio Melão, em Varginha. O objetivo é reverter em cestas básicas a punição de quatro jogos, imposta pelo TJD-MG. O atleta já cumpriu uma partida de suspensão.

O responsável pelo requerimento é o advogado Marcelo Pális, que também é integrante do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Liga Uberabense de Futebol (LUF).

A petição só não foi executada antes em virtude das férias da entidade. O TJD da Federação Mineira de Futebol (FMF) entrou em recesso no dia 21 de dezembro e retornou ao batente na tarde de ontem.

“Se chegar ainda hoje (ontem), acredito que, no máximo até amanhã, o presidente do TJD, Silvio Augusto Tarabal Coutinho, dará uma resposta. Isso é rápido e não demora”, informou Cláudio Henrique, secretário do TJD da FMF.

A reportagem do Jornal da Manhã tentou contato com Marcelo Pális, mas ele estava com o celular desligado. Quem conseguiu falar com o advogado foi o diretor de Futebol do USC, Ernani Nogueira. “Já enviamos o requerimento e a resposta é instantânea. O Ewerton, com certeza, estará em campo”, afirmou Nogueira.

Relembre. No primeiro jogo da final da Taça Minas Gerais, entre Uberaba x Uberlândia, Ewerton Maradona foi expulso aos 33 minutos do segundo tempo. O árbitro Renato Cardoso Conceição explicou, desta forma, o motivo da exclusão: “O atleta de nº 10, Ewerton Leandro Diniz, do Uberaba Sport Club, recebeu o segundo cartão amarelo por atingir o adversário de nº 5, Bruno Caetano de Sousa, com um chute na perna direita, fora da disputa de bola”, relatou o árbitro da súmula de jogo.

Sendo assim, Maradona foi julgado no processo 527/10, em 21 de novembro. Incluso no Artigo 254-A, o atleta do USC pegou um gancho de quatro partidas. A infração, de acordo com o Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), significa “praticar agressão física durante a partida”.

Se praticada por atleta, a punição prevê suspensão de quatro a doze partidas. Entretanto, se o caso ocorrer por membros da comissão técnica, o gancho é dado em dias (30 a 180 dias).

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia