JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 24 de outubro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Bragantino vence e volta ao G-4; Palmeiras soma a sétima partida sem vitória

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

13/10/2021 - 08:48:51. - Por Agência Estado Última atualização: 13/10/2021 - 08:49:03.

PALMEIRAS EMPATA COM O BAHIA E SOMA SÉTIMA PARTIDA SEM VENCER NA TEMPORADA

Por Paulo Favero

Não foi desta vez que o Palmeiras voltou a vencer na temporada. Nesta terça-feira, o time visitou o Bahia e ficou no empate por 0 a 0, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado só não foi pior porque o goleiro Jailson fez ótimas defesas.

Foto/Arquivo

Com um jogador a menos desde a metade do primeiro tempo, o Red Bull Bragantino venceu o Atlético Goianiense nesta terça-feira por 1 a 0. Jadsom Silva (FOTO) fez o único gol da partida

PALMEIRAS EMPATA COM O BAHIA E SOMA SÉTIMA PARTIDA SEM VENCER NA TEMPORADA

Por Paulo Favero

Não foi desta vez que o Palmeiras voltou a vencer na temporada. Nesta terça-feira, o time visitou o Bahia e ficou no empate por 0 a 0, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado só não foi pior porque o goleiro Jailson fez ótimas defesas.

Com a igualdade sem gols, o time paulista somou a sua sétima partida seguida sem vencer, contando o torneio nacional e a Copa Libertadores, competição que o clube alviverde está na final. Estacionou na tabela de classificação e vê as chances de título brasileiro cada vez mais distantes. Já o Bahia continua na zona de rebaixamento.

Os desfalques do Palmeiras quase formariam um time. Na defesa as ausências eram o goleiro Weverton, o zagueiro paraguaio Gustavo Gómez e o lateral-esquerdo uruguaio Piquerez, todos em suas seleções nacionais. O lateral-direito Marcos Rocha ficou fora por causa de uma lesão na coxa e outros jogadores importantes, como Danilo, Zé Rafael e Breno Lopes, também ficaram no departamento médico. Sem contar Willian, que foi poupado para resolver problemas pessoais.

Por tudo isso, o técnico português Abel Ferreira optou por promover a entrada de Luiz Adriano no ataque, deixando ele como homem de referência na frente. Com isso, Rony ficou um pouco mais recuado e ajudava Dudu a puxar os contra-ataques. Só que no início a estratégia não deu muito certo porque o Bahia estava atuando de forma bem compacta e quase não dava espaço para a velocidade do rival.

Empurrado por sua torcida, que voltou ao estádio pela primeira vez desde que a pandemia de covid-19 começou, o Bahia tentava empurrar o Palmeiras para seu campo e buscava um espaço para tentar chegar ao gol. Mas o time paulista estava bem armado com sua zaga e ainda tendo Felipe Melo protegendo a defesa. Com isso, Jailson quase não era acionado.

Com maior volume de jogo, o Bahia não conseguia ser perigoso e aos poucos o Palmeiras foi se soltando e em duas oportunidades quase marcou. A primeira com Luiz Adriano, aos 37 minutos, que chutou da entrada da área e obrigou Danilo Fernandes a fazer ótima defesa. Pouco depois, antes do intervalo, Raphael Veiga arriscou de fora da área e a bola passou com perigo.

Na etapa final, o Bahia melhorou e tomou as rédeas da partida. Para piorar, o Palmeiras ainda perdeu dois jogadores de defesa por lesão, o zagueiro Kuscevic e o lateral-direito Gabriel Menino. Com isso a equipe paulista pouco atacou e ficou se segurando atrás. E via um adversário insistir para abrir o placar.

Foi aí que começou a aparecer o talento de Jailson. Aos 13 minutos, ele salvou o Palmeiras em um chute de primeira de Gilberto. Depois, evitou o gol de Daniel. E ainda parou um toque de Mugni, que desviou na defesa, mas estava atento e espalmou.

Para piorar, Wesley foi expulso e, com um a menos, as chances de vitória fora de casa diminuíram sensivelmente. A partir daí o Palmeiras só se defendeu para pelo menos conseguir um ponto.

COM 1 A MENOS, RED BULL BRAGANTINO BATE ATLÉTICO-GO E VOLTA AO G-4 DO BRASILEIRÃO

Com um jogador a menos desde a metade do primeiro tempo, o Red Bull Bragantino venceu o Atlético Goianiense nesta terça-feira por 1 a 0, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jadsom Silva fez o único gol da partida.

Com o resultado, o Red Bull Bragantino chegou aos 41 pontos e voltou ao G-4. O Atlético Goianiense ficou com os mesmos 31 pontos e em 11.º lugar, podendo perder posições com a sequência da rodada, que ter´pa jogos nesta quarta e na quinta-feira.

Os 45 minutos iniciais tiveram como protagonista o árbitro brasiliense Sávio Pereira Sampaio, com decisões bastante contestáveis e que acabou desagradando os dois lados. Logo aos 10, Helinho invadiu a área, tropeçou sozinho e caiu. A arbitragem, de forma precipitada, viu falta do lateral-esquerdo Igor Cariús no atacante, assinalando o pênalti para o time paulista. Praxedes foi para a cobrança, bateu fraco e o goleiro Fernando Miguel caiu do lado direito para defender.

O clima entre os jogadores ficou bastante quente, o que resultou em alguns cartões amarelos bem aplicados e outros um pouco exagerados pelo árbitro. Em um desses lances, aos 29 minutos, Eric Ramires fez falta na lateral, recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo, deixando os anfitriões com um a menos. Mudando de lado as reclamações contra o árbitro.

Mesmo em desvantagem numérica, o time paulista manteve o equilíbrio em campo e quase abriu o placar aos 49 minutos. Helinho fez jogada individual e tocou para Jadsom Silva, que finalizou de fora da área, muito perto do travessão de Fernando Miguel.

O segundo tempo começou mais tranquilo e com os times priorizando o toque de bola. Tanto é que a primeira oportunidade aconteceu apenas aos 21 minutos, quando Ytalo recebeu ótimo passe na área, ficou cara a cara com Fernando Miguel e chutou em cima do goleiro.

Os paulistas investiram um pouco mais no ataque e aos 24 minutos tiraram o zero do placar. Após excelente troca de passes, Jadsom Silva recebeu na área e chutou forte, no canto direito, sem chances de defesa para o goleiro atleticano.

Em desvantagem no placar, o Atlético Goianiense se lançou ao ataque em busca do empate, mas esbarrou na forte marcação do Red Bull Bragantino e amargou mais uma resultado negativo no campeonato.

Pela 27.ª rodada, o Red Bull Bragantino volta a campo no domingo para enfrentar o Ceará, às 18h15, na Arena Castelão, em Fortaleza. O Atlético Goianiense, no mesmo dia e horário, receberá o líder Atlético-MG, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia.



Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia