JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de fevereiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

DESCANSE EM PAZ FEDERAL! Acompanhe a crônica de Moura Miranda sobre Washington Madeira

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

23/02/2021 - 08:41:19.

Maurílio Moura Miranda
Fotos: Acervo JM e Facebook


O professor Minervino Cesarino, deu a ele a oportunidade montar uma fantástica equipe que tinha entre outros jogadores: Êdo, Aender, Toinzinho, Clever, Pepinho, Durvalzinho e Andrezinho. Este time encantou Uberaba e Minas Gerais.

Washington Madeira partiu de forma repentina, mais deixou seu nome gravado, e muito bem gravado, na história do esporte uberabense. E ele se foi sabendo disto, pois recebeu em vida o troféu que mereceu por tudo que fez.

Se um júri de mais de 100 pessoas conhecedoras do esporte de Uberaba não tivessem elegido Washington Marques Madeira no final do ano passado, na eleição realizada pela FUNEL (Fundação de Esportes e Lazer), como uma das 20 maiores personalidades do esporte de Uberaba nos seus 200 anos, e eu estivesse escrevendo está crônica hoje, dia da sua morte, muitos poderiam dizer: “está falando isto porque ele se foi”.

Felizmente ele recebeu esta homenagem bem vivo e saudável no final do ano passado. Entre as 20 personalidades premiadas daquele dia, algumas podem até ser discutíveis, inclusive eu, mais Washington Madeira não.

Ele foi um marco no esporte uberabense e inigualável no futebol de salão, hoje simplesmente futsal. O Federal, como o chamavam os mais íntimos, formou para aqueles que viram jogar, o melhor time da bola pesada de Uberaba de todos os tempos, o lendário Colégio São Benedito.

O professor Minervino Cesário, deu a ele a oportunidade montar uma fantástica equipe que tinha entre outros jogadores: Êdo, Aender, Toinzinho, Clever, Pepinho, Durvalzinho e Andrezinho. Este time encantou Uberaba e Minas Gerais.

Depois ele foi para o Jockey Clube onde revelou durante anos, gerações de atletas sensacionais como, entre outros: Amadeu, Vandinho, Luiz Alberto, Tonico, Paulo Luciano, Carlos Maria, Jesus Paulo e Euler. Isto apenas para citar alguns dos mais de 100 garotos que ele ensinou jogar futsal e que ganharam campeonatos mineiros de diversas categorias e integraram seleções do estado.

Tive o privilégio de ser seu amigo desde que aqui cheguei lá nos anos 70. Testemunhei de perto a sua competência quando juntos na Secretaria de Esportes conquistamos vários títulos estaduais dos JIMIS. Washington era amigo e leal, mais defendia com muita energia as suas convicções e por isto pode ter criado algum desafeto.

Na última semana, ele foi hospitalizado para colocar uma safena no seu coração santista. Segundo informações que obtive, tudo foi muito bem até a terrível Covid o surpreender. Lutou bravamente, mas como milhões de brasileiros perdeu o jogo para o "bichinho" chinês.

Nesta segunda-feira fui surpreendido com a notícia do seu falecimento. O amigo partiu de forma repentina, mais deixou seu nome gravado, e muito bem gravado, na história do esporte uberabense. E ele se foi sabendo disto, pois recebeu em vida o troféu que mereceu por tudo que fez.

Que possamos parar, o mais rapidamente possível, de perder pessoas para este maldito vírus. Descanse em paz Federal!

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia