JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de fevereiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Após fratura em dedo do pé, Arão deixa hospital. Acompanhe as notícias do Flamengo

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

20/02/2021 - 07:49:25. - Por Agência Estado Última atualização: 20/02/2021 - 07:49:42.

Foto/Arquivo

"Eu tenho respeito e carinho pelo Abel. Um prazer encontrá-lo nessa situação. Ele está estudando e analisando a nossa equipe para ser um jogo equilibrado. Da nossa parte a mesma coisa, vamos nos preparar da melhor forma possível e vamos jogar em casa. Esperamos fazer um grande jogo", disse Diego Ribas.

O volante Willian Arão deixou o hospital na manhã desta sexta-feira e já iniciou tratamento físico em casa. O jogador do Flamengo é baixa praticamente certa para a "final" contra o Internacional, domingo, no Maracanã. O jogo pode decidir o campeão do Campeonato Brasileiro, pela penúltima rodada.

Caso o jogador seja vetado pelo departamento médico do Flamengo, Gustavo Henrique deverá ser o escolhido por Ceni para compor a dupla de zaga com Rodrigo Caio no confronto de domingo. Depois, na quinta-feira, o time vai visitar o São Paulo, no Morumbi, pela rodada final do Brasileirão.

DIEGO ELOGIA ABEL MAS DESTACA RESPONSABILIDADE DE JOGAR EM CASA

Em entrevista coletiva concedida no CT Ninho do Urubu, Diego Ribas comentou sobre o reencontro entre o Flamengo e o técnico Abel Braga, atualmente no comando do Internacional. Segundo Diego, o elenco rubro-negro segue se preparando da melhor forma para fazer uma grande partida.

"Eu tenho respeito e carinho pelo Abel. Um prazer encontrá-lo nessa situação. Ele está estudando e analisando a nossa equipe para ser um jogo equilibrado. Da nossa parte a mesma coisa, vamos nos preparar da melhor forma possível e vamos jogar em casa. Esperamos fazer um grande jogo", disse.


O meia também fez uma breve análise do Flamengo na temporada de 2020, recordou os três títulos conquistados (Recopa Sul-Americana, Supercopa do Brasil e Campeonato Carioca) e espera ganhar o Brasileirão para fechar com chave de ouro.

"Nós conquistamos três títulos até agora, estamos disputando mais um, muito importante. Se não me engano, a última vez que o Flamengo foi bi brasileiro foi na década de 80. O balanço dela eu só poderei fazer quando terminar. Vale ressaltar a resiliência dessa equipe, de comissão técnica, com essa temporada atípica. Ninguém foi mais prejudicado que o Flamengo nessa pandemia. Todos foram prejudicados, mas nossa equipe está acostumada a jogar para 60 mil pessoas. Foi mais uma situação que tivemos que superar para chegar aqui. Seguiremos focados e, quando terminar a temporada, poderemos falar com mais propriedade", concluiu.



Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia