JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 04 de março de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Casares cobra 'reação imediata'. Fernando Diniz diz não temer a perda do emprego

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

22/01/2021 - 07:07:41. - Por Agência Estado Última atualização: 22/01/2021 - 07:31:51.


Presidente do São Paulo defendeu a continuidade do trabalho de Fernando Diniz, mas destacou a necessidade do time encerrar rapidinho o jejum de vitórias e exigiu resultado positivo diante do Coritiba

Foto: Arquivo


Um dia após a pior derrota do São Paulo na história do Morumbi, o presidente Julio Casares se manifestou sobre a primeira crise esportiva da sua recém-iniciada gestão. O dirigente cobrou uma "reação imediata" da equipe após um resultado "inaceitável" - o revés por 5 a 1 para o Internacional Mas disse que precisa agir racionalmente na gestão do clube.

Assim, Casares defendeu a continuidade do trabalho de Fernando Diniz, alvo de questionamentos da torcida pós uma série de tropeços. Mas destacou a necessidade de o time encerrar o jejum de vitórias no duelo com o Coritiba, sábado, no Morumbi, pela 31 ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além disso, detalhou os encontros que teve no CT da Barra Funda, assim como vem sendo a transição na gestão do clube.

FERNANDO DINIZ

Após perder a liderança do Brasileirão, o técnico Fernando Diniz garante que não teme ser demitido após tantos resultados ruins.

"Já respondi muitas vezes essa pergunta em momentos de pressão. Não tenho medo de perder emprego, eu amo meu trabalho, trabalho com toda dedicação para conquistar título aqui no São Paulo. Quem trabalha com devoção, não trabalha pensando em segurar emprego", afirmou, em entrevista coletiva.

Diniz, porém, fez questão de assumir a responsabilidade pela dura derrota desta quarta-feira e pelo rendimento ruim nos últimos compromissos. Mas buscou adotar um discurso otimista ao declarar que acredita na recuperação da equipe na reta final da competição e na conquista do título brasileiro.

DANIEL ALVES

O meia e capitão são-paulino Daniel Alves fez vários elogios ao técnico Fernando Diniz nesta quinta-feira para defender o trabalho do comandante e reiterar que o time tem condições de superar a crise e ser campeão brasileiro. Em uma entrevista coletiva virtual, o experiente jogador de 37 anos defendeu a permanência do treinador no dia seguinte à derrota de goleada para o Internacional (5 a 1). E admitiu que pode melhorar.
O capitão afirmou que Diniz merece ficar no cargo. "O trabalho do Diniz é espetacular por uma razão. Não foi um treinador que teve muitas possibilidades de contratações. Em segundo lugar, ele teve de potencializar, ensinar e encorajar jogadores que estavam desacreditados por todos", disse o camisa 10.

RAÍ GARANTE O TREINADOR

O diretor executivo de futebol do São Paulo, o ex-meia Raí, garantiu nesta quinta-feira que o clube tem total confiança no trabalho do técnico Fernando Diniz e na capacidade do elenco em reagir. Após perder por 5 a 1 para o Internacional pelo Campeonato Brasileiro na última quarta em pleno Morumbi e de deixar escapar a liderança da competição, o time vai passar por um período de análise para conseguir se recuperar.

Em entrevista coletiva virtual, Raí descartou a possibilidade de demitir o treinador e assegurou que a diretoria sequer cogitou essa possibilidade em reuniões internas. "Tanto na conversa depois do jogo e hoje (quinta-feira) de manhã, que a diretoria se reuniu com o Diniz, nem se tocou nesse assunto. A confiança é total, o foco é na recuperação, no que pode ser melhorado", disse o dirigente.


 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia