JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 27 de novembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Flamengo vence e dorme na liderança. Palmeiras e Santos perdem pela Série A

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

22/11/2020 - 08:12:20. - Por Agência Estado Última atualização: 22/11/2020 - 08:13:27.

Por Ricardo Magatti, especial para a AE

Marcius Azevedo

Foto/Reprodução

O Flamengo consegue uma vitória convincente, que serve para atenuar a eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil para o São Paulo. E renova a esperança do time em se reencontrar definitivamente o caminho das vitórias

Com um futebol envolvente, intenso e eficiente, o Flamengo venceu o Coritiba por 3 a 1, neste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Esta foi a primeira vitória sob o comando do técnico Rogério Ceni, após quatro jogos, e deixou o time carioca na liderança provisória com 39 pontos, um na frente do Atlético-MG, que vai jogar neste domingo contra o Ceará. A equipe paranaense segue na sua luta contra o rebaixamento com 20 pontos, em 18.º lugar.

O Flamengo consegue uma vitória convincente, que serve para atenuar a eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil para o São Paulo. E renova a esperança do time em se reencontrar na briga pelos dois títulos que tem pela frente: o Brasileirão e a Copa Libertadores.

Antes do jogo, Rogério Ceni já avisava que não iria inventar nada. Só manter o que sempre funcionou no Flamengo desde a temporada passada: "Vamos repetir o que foi feito em 2019. Arrascaeta de um lado, Éverton Ribeiro do outro, e dois velocistas na frente (Vitinho e Bruno Henrique)". Faltou explicar que Willian Arão e Gerson ficariam postados na proteção ao sistema defensivo que vinha sendo uma peneira.

O Coritiba já vai tentar a reabilitação na próxima quarta-feira, quando receberá o Corinthians, no estádio Couto Pereira, em Curitiba.

FLAMENGO - Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Thuler, Léo Pereira e Renê; Willian Arão, Gerson (Diego), Éverton Ribeiro (Lázaro) e Arrascaeta; Vitinho (Pedro Rocha) e Bruno Henrique (Michael). Técnico: Rogério Ceni.

CORITIBA - Wilson; Mailton (Jonathan), Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Nathan Silva (Bryan Lucumí), Matheus Salles, Matheus Galdezani (Yan Sasse) e Giovanni Augusto; Robson (Matheus Bueno) e Osman (Mattheus Oliveira). Técnico: Rodrigo Santana.

GOLS - Bruno Henrique, aos 2, e Arrascaeta, aos 26 minutos do primeiro tempo; Renê, aos 30, e Mattheus Oliveira, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Willian Arão (Flamengo); Rodolfo Filemon e Matheus Sales (Coritiba).

ÁRBITRO - Ricardo Marques Ribeiro (MG).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

ATHLETICO-PR BATE RESERVAS DO SANTOS

O Athletico-PR aproveitou a fragilidade de um Santos com dez jogadores reservas e chegou à quarta vitória consecutiva no Brasileirão ao vencer o duelo deste sábado, na Arena da Baixada, por 1 a 0, pela 22ª rodada. O cabeceio potente e certeir do zagueiro e capitão Thiago Heleno no segundo tempo assegurou o triunfo do time paranaense em casa.

Com a sequência positiva, o Athletico-PR pegou o elevador, subiu para a nona colocação, com 28 pontos e reforçou que pode brigar por uma vaga na Libertadores. Com apenas Jobson entre os titulares desde o início, o Santos perdeu a chance de entrar no G4, mas se manteve entre os seis primeiros. No entanto, pode sair do grupo se Grêmio ou Fluminense vencerem seus jogos.

Athletico-PR e Santos têm compromissos pela Copa Libertadores na próxima terça-feira, ambos às 19h15. O time paranaense recebe o atual vice-campeão River Plate, na Arena da Baixada, enquanto que a equipe paulista visita a LDU, em Quito, no Equador. No Brasileirão, o clube do Paraná encara Palmeiras, no Allianz Parque, sábado. No mesmo dia, o time alvinegro pega o Sport na Vila Belmiro.

Com muitas baixas e preservações em razão da importância do duelo na altitude do Equador, o Santos não ofereceu qualquer resistência ao Athletico-PR e adotou uma postura cautelosa. Diante das circunstâncias, o empate seria bom em Curitiba. No entanto, com muitos buracos na defesa e pouco inspirado, a equipe alvinegra não conseguir levar sequer um ponto para casa.

ATHLETICO-PR - Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Wellington (Alvarado), Christian (Fabinho) e Léo Cittadini; Reinaldo (Ravanelli), Nikão (Aguilar) e Renato Kayser (Bissoli). Técnico: Paulo Autuori.


SANTOS - John; Pará (Madson), Laércio (Alex), Luiz Felipe e Wagner Leonardo; Vinicius Balieiro, Ivonei (Sandry) e Jobson (Jean Mota); Arthur Gomes, Marcos Leonardo (Marinho) e Lucas Braga. Técnico: Marcelo Fernandes (interino).

GOL - Thiago Heleno, aos 29 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ)

CARTÕES AMARELOS - Sandry e Marinho (Santos).

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

COM UM A MENOS, PALMEIRAS PERDE PARA O GOIÁS

Com um a menos, Palmeiras perde para o Goiás, no primeiro revés com Abel Ferreira.

Com 18 desfalques e um jogador a menos desde os 38 minutos do primeiro tempo após o lateral-direito Mayke ser expulso com a ajuda do árbitro de vídeo, o Palmeiras não conseguiu segurar o Goiás e foi superado por 1 a 0, neste sábado, no estádio da Serrinha, em Goiânia, pela 22.ª rodada do Campeonato Brasileiro

Um golaço aos 47 minutos da etapa final decretou o primeiro revés do técnico português Abel Ferreira no comando do Palmeiras Com o resultado, o time alviverde estacionou nos 34 pontos e está na quinta colocação. O Goiás encerrou um jejum de 11 jogos sem vencer e chegou aos 15, mas continua na lanterna (20.º lugar) da competição. 

GOIÁS - Tadeu; Taylon (Rafael Moura), Fabio Sanches, David Duarte e Jefferson (Rodrigues); Breno, Ariel Cabral (Miguel Figueira) e Gustavo Blanco (Alyson); Douglas Baggio (Shaylon), Keko e Fernandão. Técnico: Glauber Ramos (interino).

PALMEIRAS - Weverton; Emerson Santos, Gustavo Gómez e Renan; Marcos Rocha, Patrick de Paula, Ramires, Lucas Lima (Esteves) e Mayke; Marcelinho (Gabriel Menino) e Luiz Adriano (Fabrício)(Luan). Técnico: Abel Ferreira.

GOL - Miguel Figueira, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Miguel Figueira (Goiás); Renan, Abel Ferreira, Gabriel Menino (Palmeiras).

CARTÃO VERMELHO - Mayke (Palmeiras).

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo (Fifa/RJ).

LOCAL - Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO).


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia