JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 27 de outubro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

São Paulo empata com o River e Flamengo toma um chocolate de 5 na altitude de Quito

18/09/2020 - 07:57:31. - Por Agência Estado Última atualização: 18/09/2020 - 07:58:19.



Com o tropeço, o Flamengo figura agora no segundo lugar do Grupo A, com três pontos. Está atrás justamente do rival equatoriano, que soma nove pontos e aproveitamento de 100% até agora (foto/reprodução)

Em seu retorno à Copa Libertadores, o Flamengo voltou a apresentar atuação irregular e sofreu uma dura derrota na fase de grupos, na noite desta quinta-feira. No primeiro tropeço na competição, os atuais campeões foram goleados pelo Independiente Del Valle pelo contundente placar de 5 a 0, na altitude de 2.850 metros de Quito, no Equador. O time brasileiro vinha de duas vitórias na competição.

Cauteloso demais na cidade equatoriana, o Flamengo oscilou mais uma vez, como vinha fazendo no Brasileirão. Mais preocupado em se defender do que em atacar ao longo da maior parte do jogo, a equipe brasileira abusou dos erros no meio-campo, falhou na marcação e esqueceu da criatividade e da intensidade que lhe são tão comuns desde o ano passado. Como consequência, fez provavelmente sua pior partida do ano.

Diante destas fragilidades, o Fla se tornou alvo fácil do bem armado Independiente, que vive grande fase na temporada. Desde a retomada do futebol, após a paralisação causada pela pandemia, os equatorianos não perderam. Agora soma dez jogos de invencibilidade, com sete vitórias e três empates, com 25 gols marcados.

Com o tropeço, o Fla figura agora no segundo lugar do Grupo A, com três pontos. Está atrás justamente do rival equatoriano, que soma nove pontos e aproveitamento de 100% até agora. Junior Barranquilla e Barcelona de Guayaquil, os outros dois times da chave, ainda se enfrentam nesta quinta-feira. Ambos ainda não pontuaram.

Pela quarta rodada do Grupo A, o time brasileiro enfrentará o Barcelona na terça da próxima semana, fora de casa.

FICHA TÉCNICA:

INDEPENDIENTE DEL VALLE - Jorge Pinos; Angelo Preciado, Gabriel Schunke, Luis Segovia e Beder Caicedo; Cristian Pellerano, Moisés Caicedo, Lorenzo Faravelli (Mera); Fernando Guerrero, Gabriel Torres (Montaño) e Murillo (Ortíz). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.

FLAMENGO - César; Isla, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Gerson (Thiago Maia), Diego (Bruno Henrique), Everton Ribeiro (Michael), Arrascaeta (Pedro); Gabriel. Técnico: Domènec Torrent.

GOLS - Moisés Caicedo, aos 39 minutos do primeiro tempo. Preciado, aos 3, e Gabriel Torres, aos 12, Sánchez, aos 35, e Beder Caicedo, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Willian Arão e Bruno Henrique.

CARTÕES VERMELHOS - Gustavo Henrique (no banco de reservas) e Preciado.

ÁRBITRO - Wilmar Roldán (COL).

SÃO PAULO 2 x 2 RIVER PLATE


O São Paulo permanece invicto contra times argentinos no Morumbi São agora 12 partidas disputadas diante dos "hermanos" no estádio, com dez vitórias e dois empates (foto/reprodução)

O São Paulo contou com dois gols contra para não perder para o River Plate na noite desta quinta-feira, no Morumbi, pela Copa Libertadores. O time brasileiro abriu o placar no início do jogo, levou a virada e buscou o empate por 2 a 2 no fim. O Grupo D segue embolado após três rodadas: a LDU abriu vantagem na ponta, com seis pontos, enquanto São Paulo e River estão com quatro e o Binacional tem três.

O São Paulo permanece invicto contra times argentinos no Morumbi São agora 12 partidas disputadas diante dos "hermanos" no estádio, com dez vitórias e dois empates. Mas o resultado desta quinta-feira não é para ser comemorado, ainda mais porque a equipe terá pela frente a LDU e a altitude de 2.850 metros acima do nível do mar na próxima rodada.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Igor Vinicius, Diego, Léo e Reinaldo; Tchê Tchê, Gabriel Sara (Toró), Hernanes e Igor Gomes; Vitor Bueno (Paulinho Bóia) e Pablo (Brenner). Técnico: Fernando Diniz

RIVER PLATE - Armani; Montiel, Martínez Quarta, Javier Pinola e Angileri; Enzo Pérez (Sosa), Julián Álvarez, Ignacio Fernández (Ponzio) e De la Cruz (Cristian Ferreira); Matías Suárez (Carrascal) e Borré. Técnico: Marcelo Gallardo.

GOLS - Enzo Pérez (contra), aos 9, e Borré, aos 17 minutos do primeiro tempo. Julián Álvarez, aos 34, e Angileri (contra), aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - De La Cruz, Diego, Igor Gomes, Reinaldo e Carrascal.

ÁRBITRO - Esteban Ostojich (Uruguai).

Leia mais

Continua depois da publicidade

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia