JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 06 de julho de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Com pandemia, fases finais da Copa Davis e da Fed Cup são adiadas para o ano que vem

28/06/2020 - 20:38:12. Última atualização: 28/06/2020 - 20:38:28.

Foto/Reprodução


Gerard Piqué, presidente da Kosmos Tennis, empresa organizadora da competição: ficamos desapontados que as finais da Copa Davis não acontecerão em 2020

A Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês) e os organizadores anunciaram nesta sexta-feira o adiamento das fases finais da Copa Davis e da Fed Cup, as versões masculina e feminina, respectivamente, de torneios entre países, que aconteceriam neste ano, por causa de "desafios significativos" motivados pela pandemia do novo coronavírus.

A nova data para o início da fase final da Copa Davis agora é 22 de novembro de 2021. Madri, a capital da Espanha, receberá mais uma vez o torneio, que terá 18 times em disputa - os mesmos já classificados para essa fase neste ano. Já os duelos do Grupo Mundial I e II, previstos para o próximo mês de setembro, foram adiados para março ou setembro do próximo ano.

Já a fase final da Fed Cup deveria ter sido realizada entre 14 e 19 de abril deste ano, mas foi adiada devido à pandemia, sem data marcada. Nesta sexta-feira, a ITF confirmou que ela está agendada para o mesmo período em 2021, entre 13 e 18 de abril, mantendo a sede em Budapeste, a capital da Hungria.

A decisão da ITF e dos organizadores pelo adiamento veio depois de três meses de análises sobre logística e outros desafios regulatórios que vieram com a questão da pandemia da covid-19 com o objetivo de garantir a saúde e a segurança de todos os envolvidos.

"Ficamos desapontados que as finais da Copa Davis não acontecerão em 2020. Não sabemos como a situação vai se desenvolver em cada nação qualificada, ou se as restrições da Espanha vão seguir suficientemente relaxadas, e é impossível prever como estará em novembro e garantir a segurança de quem vai estar em Madri", afirmou o zagueiro Gerard Piqué, do Barcelona, que é o presidente da Kosmos Tennis, empresa organizadora da competição.

"É uma decisão dura para se fazer, mas para entregar um evento de times internacional nessa escala, precisamos garantir a segurança e a saúde dos envolvidos e há muitos riscos", comentou David Haggerty, presidente da ITF, que falou sobre a Fed Cup. "No início deste ano tomamos uma decisão difícil, mas necessária ao adiar a primeira edição do novo formato da Fed Cup em Budapeste devido à pandemia de covid-19. Lamentamos que as finais não possam ser jogadas este ano, mas estamos convictos de que seremos capazes de fazer um grande evento em Budapeste em abril de 2021".

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia