JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 17 de janeiro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Santos enfrenta Fla podendo ter defesa melhor que a do campeão

Peixe pode ainda terminar o Campeonato Brasileiro com marca expressiva

08/12/2019 - 00:00:00. - Por Folhapress Última atualização: 08/12/2019 - 17:19:45.

Além de buscar o vice-campeonato brasileiro, o Santos entra em campo na tarde de hoje contra o Flamengo, às 16h, na Vila Belmiro, com a possibilidade de, ao menos, levar a melhor sobre o campeão em um quesito bastante relevante: os gols sofridos. 

Santos e Flamengo estão empatados quando o assunto é defesa; tiveram suas redes balançadas 33 vezes ao longo da competição nacional. O melhor neste quesito é o São Paulo, com 29 gols sofridos, seguido de Palmeiras, Athletico e Corinthians, todos com 32.

Para o Santos encerrar o Brasileiro com a defesa melhor que a do campeão Flamengo – que quebrou uma série de recordes nesta edição da competição – basta que os comandados de Jorge Sampaoli vençam a partida na Vila Belmiro, mesmo por 1x0.

Na mais concreta das hipóteses, o Peixe pode ainda terminar o Campeonato Brasileiro com a segunda melhor defesa. Seria preciso que Palmeiras, Athletico e Corinthians levassem ao menos um gol, e o Santos não sofresse nenhum. Com isso, igualaria os três rivais. Para alcançar o São Paulo, porém, apenas uma inesperada goleada do CSA no Rei Pelé.

No Flamengo, já com o título do Campeonato Brasileiro assegurado de forma antecipada, a tendência é que Jorge Jesus mantenha a filosofia adotada contra o Avaí, quando uma equipe recheada por reservas iniciou o jogo e construiu a goleada por 6x1.

Poupado ante os catarinenses, Bruno Henrique deve reencontrar seu ex-clube. É provável que Gabigol, que ainda pretende ratificar a artilharia do Brasileiro, também inicie o jogo.

Santos. Vanderlei (Everson); Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Alison, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Marinho, Soteldo e Eduardo Sasha. T.: Jorge Sampaoli.

Flamengo. Diego Alves; Rafinha (Rodinei), Thuler, Rhodolfo e Renê; Arão, Diego (Gerson), Everton Ribeiro e Vitinho (Arrascaeta); Bruno Henrique e Gabigol. T.: Jorge Jesus.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia