JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 11 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Cruzeiro tenta quitar salários com ajuda de mecenas e cotas

A dívida do Cruzeiro cresceu muito nos últimos anos, mas a principal preocupação no momento é com os salários dos jogadores

16/10/2019 - 00:00:00. - Por Folhapress

Além de brigar para não cair de divisão no Campeonato Brasileiro, a diretoria do Cruzeiro tem outra preocupação com alto grau de urgência para ser resolvida o mais rápido possível. Agora principal responsável pelo departamento de futebol, depois da saída de Itair Machado, Zezé Perrella buscará alternativas para quitar os salários atrasados do plantel. Adiantar mais cotas de TV e procurar ajuda do patrocinador deverão ser os caminhos do dirigente. 

A dívida do Cruzeiro cresceu muito nos últimos anos, mas a principal preocupação no momento é com os salários dos jogadores, que não recebem há dois meses, sem contar os direitos de imagem. Para quitar pelo menos um mês, Perrella tentará adiantar cotas de televisão. Mas isso também não será fácil, já que o montante referente ao Mineiro de 2020 já foi adiantado. Desta forma, o novo gestor de futebol terá que conseguir negociar para receber o adiantamento da edição de 2021 do Estadual.

Outra alternativa de Perrella será estreitar o apoio de Pedro Lourenço no clube. O empresário dos Supermercados BH, além de patrocinador do Cruzeiro, já fez o papel de mecenas para ajudar a diretoria a quitar dívidas, emprestar dinheiro ou ajudar em contratações. Atualmente, o Supermercados BH tem sua marca estampada nas mangas do uniforme celeste, mas pode ser deslocado para o principal espaço da camisa. Como o Banco Digi+ é a patrocinador máster da equipe, a diretoria teria que resolver com a empresa para realocar a marca para outro local da vestimenta. 

Dentro de campo, o Cruzeiro segue seu calvário. O time já não vence há oito jogos no Brasileiro, sendo quatro sob o comando de Abel Braga.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia