JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 21 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Andrés afirma que a dívida do Itaquerão é de R$ 400 milhões

Presidente do Corinthians revela tamanho da dívida do clube com estádio

18/07/2019 - 00:00:00. - Por Folhapress Última atualização: 18/07/2019 - 08:45:03.

O presidente Andrés Sanchez esteve na noite da última segunda-feira (15) no programa "Jogo Sagrado", do FOX Sports, no qual ele deu detalhes sobre a dívida do Itaquerão. Construída para a disputa da Copa de 2014, a arena havia sido orçada em R$ 820 milhões. No entanto, o valor final superou a casa de R$1,4 bilhão. 

Por isso, o mandatário separa essa dívida entre o clube e a empresa formada para gerenciar o estádio. A parte do clube ele diz ser de aproximadamente R$200 milhões, mais R$250 milhões financiados pelo Profut. "O resto é o estádio. É outra empresa", argumenta.

Em seguida, Andrés explicou que pretende pagar os R$400 milhões financiados pelo BNDES, mas abatendo os juros cobrados durante o período da construção.

"O Corinthians acertou R$400 milhões e o Corinthians paga. Os outros R$420 milhões são problema do governo, da Odebrecht, do raio que os parta. Nós vamos pagar isso. No amor ou no ódio", enfatizou. 

Andrés também criticou a demora na liberação dos recursos para o pagamento do Itaquerão, o que acabou gerando juros altos. "Rolaram R$86 milhões de juros. Então, quando o dinheiro do BNDES saiu, não entraram os R$400 milhões. Entraram R$320 milhões. Dos R$800 milhões, 900 milhões, já tem R$ 86 milhões de juros, que não estavam na previsão", disse ele, antes de criticar o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. "Aí veio o grande homem, grande político, o mentiroso, incompetente do Haddad, que... Era para a prefeitura pagar R$100 milhões de overlay, não pagou... Era para monetizar os CIDs, levou três anos", disparou o mandatário.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia