JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 20 de agosto de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Neymar aceita viajar com PSG à China, mas insiste em saída

Internamente, Neymar foi definido como pacífico na reapresentação ao PSG. O comportamento foi encarado como novidade

17/07/2019 - 00:00:00. - Por Folhapress Última atualização: 17/07/2019 - 08:09:15.

Divulgação/PSG


Neymar se reapresentou e realiza trabalhos físicos na academia

A conversa de Neymar com o diretor de futebol do Paris Saint-Germain, Leonardo, na reapresentação em Paris na segunda-feira (15), terminou com a definição de que o brasileiro vai participar da pré-temporada do clube na China. O dirigente apenas passou instruções ao jogador em um diálogo definido como rápido nos bastidores do clube. Em contrapartida, ouviu que o desejo do atacante em transferir-se ao Barcelona segue de pé. 

Internamente, Neymar foi definido como "pacífico" na reapresentação ao PSG. O comportamento foi encarado como novidade, visto que o brasileiro havia deixado o clube, em maio, com o discurso de que nem sequer voltaria a Paris após as férias. O atraso de uma semana para se reapresentar, com o pedido para ficar de fora da pré-temporada, também eram ameaçadores.

No quadro atual, Neymar aceita jogar pelo PSG nesses jogos de preparação, mas aguarda uma definição de saída até o fim de agosto (quando se fecha a janela europeia de transferências). Há dois anos, quando deixou o Barcelona, viveu situação parecida: ele jogou pelo clube a pré-temporada nos Estados Unidos, mas se transferiu ao PSG dias depois. O cenário foi considerado desgastante por conta de pressão nos bastidores.

Neymar também ouviu de Leonardo que será multado por conta do atraso e discutiu as dificuldades em um cenário de venda - o atraso na apresentação foi um dos pontos levantados como dificultador de um negócio futuro.

O PSG viajou na segunda (15) para a Alemanha, onde tem dois amistosos: contra o Dynamo Dresden, terça (16), e contra o Nuremberg, sábado (20). 

Neymar não integrou o grupo para essas duas partidas, mas estará na viagem programada para a China no dia 23 de julho. Por lá, realiza amistosos e a final da Supercopa da França, dia 3 de agosto, diante do Rennes. A definição sobre a participação de Neymar nos jogos ficará a cargo do treinador Thomas Tuchel.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia