JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 18 de novembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Cruzeiro torna-se alvo de investigação criminal do Ministério Público de MG

O MPMG informou, na tarde desta quarta (26), que instaurou uma investigação sobre as supostas irregularidades praticadas pela atual gestão do Cruzeiro

27/06/2019 - 00:00:00. - Por Folhapress Última atualização: 27/06/2019 - 09:30:18.

Vinnicius Silva/Cruzeiro


Gestão do presidente do clube, Wagner Pires de Sá, é alvo de investigação da Polícia Civil e MP

O MPMG (Ministério Público de Minas Gerais) informou, na tarde desta quarta-feira (26), que instaurou uma investigação sobre as supostas irregularidades praticadas pela atual gestão do Cruzeiro. 

A reportagem apurou que promotores de Minas Gerais receberam documentos referentes às irregularidades do clube no decorrer de 2018 e, desde então, é feita a análise.

A informação sobre a abertura de inquérito foi divulgada pelo MPMG em seu perfil nas redes sociais.

"O Ministério Público de Minas Gerais instaurou procedimento investigatório criminal para apurar possíveis irregularidades praticadas por dirigentes do Cruzeiro Esporte Clube. As investigações estão em fase inicial", escreveu a assessoria de imprensa do MPMG.

A reportagem procurou o departamento de comunicação da entidade, mas foi informada que não há novidade além do que foi publicado nas redes sociais do MPMG.

O Cruzeiro foi acusado de cometer irregularidades em transações realizadas na última temporada. Entre elas, está a cessão de 20% dos direitos econômicos de uma criança, que tinha 11 anos à época. Foram cedidos percentuais de outros oito atletas. 

A Polícia Civil de Minas Gerais também abriu inquérito por suposta lavagem de dinheiro.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia