JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 22 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Hill lamenta não ter conhecido melhor o ex-rival Schumacher

Última atualização: 30/12/2017 - 09:48:28.

Divulgação


Michael Schumacher e Damon Hill disputaram o título mundial da F1 em 1994 e 1995

Ontem, sexta-feira (29), completaram-se quatro anos do grave acidente sofrido por Michael Schumacher na estação de esqui de Méribel, nos Alpes Franceses. O maior campeão da história da F1, dono de sete títulos e nada menos que 91 vitórias, esquiava com a família, quando perdeu o controle e acabou batendo a cabeça contra uma pedra. Mesmo usando capacete, o impacto foi terrível. Desde aquele domingo, Schumacher luta pela vida e tem seu estado clínico mantido sob o mais absoluto sigilo por sua família e a agente Sabine Kehm.

Ao mesmo tempo em que luta pela vida, Schumacher continua sendo reverenciado por fãs e contemporâneos das pistas. O ex-piloto de F1, Damon Hill, que teve em Michael o maior rival da sua carreira, escreveu sobre o heptacampeão no Twitter de forma breve.

Os dois travaram um grande duelo pelo título na temporada 1994. Naquele ano, Hill assumiu o posto de primeiro piloto da Williams após a morte de Ayrton Senna. E na esteira de punições impostas a Schumacher, os rivais chegaram a Adelaide, na Austrália, em condições de conquistar a taça. 

Schumacher liderava a prova, mas cometeu um erro e acabou batendo no muro, ficando com sua Benetton avariada. Hill se aproximou para passar o alemão, mas Michael jogou seu carro contra a Williams do britânico, que teve o braço da suspensão do FW16 entortada. Foi o fim da prova para os dois. E Schumacher conquistou, de forma polêmica, seu primeiro título com um ponto de vantagem para Hill.

Damon escreveu: “Ele não foi tão bom comigo, mas eu o perdoo. É uma pena, nós nunca conseguimos nos conhecer melhor um ao outro. Uma grande pena”, comentou o campeão mundial de F1 em 1996.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia