JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 16 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ESPORTE

Site diz que Fifa deve prorrogar suspensão provisória de Guerrero

O clima de euforia deu lugar mais uma vez à apreensão entre os advogados do atacante do Flamengo Paolo Guerrero

Última atualização: 02/12/2017 - 08:41:21.

Divulgação


Guerreiro tinha expectativa de disputar final da Sul-Americana, mas jogador não deve atuar mais este ano

O clima de euforia deu lugar mais uma vez à apreensão entre os advogados do atacante do Flamengo Paolo Guerrero. Pelo menos é o que aponta reportagem do site globoesporte.com. De acordo com a publicação, a defesa do jogador do Flamengo e da seleção peruana imaginava que o resultado do julgamento do caso de doping sairia até segunda-feira (4), quando termina a suspensão provisória de 30 dias do peruano.

Mas, ainda segundo o site, após a audiência realizada na quinta-feira (30) na sede da Fifa, em Zurique, a equipe de defesa do jogador mudou a expectativa. Eles acham que o veredito demorará um pouquinho mais.

“Semana que vem anunciam o resultado. Deverão estender a suspensão provisória dele por alguns dias até esse anúncio”, disse ao globoesporte.com, Bichara Neto, que foi um dos advogados a acompanhar Guerrero na Fifa (o outro foi Pedro Fida).

Bichara Neto informou que a Fifa analisou o conjunto das provas e teria se convencido de que o resultado positivo não é compatível com consumo de cocaína. “Estamos pedindo absolvição e alegando que ele não contribuiu de nenhuma forma para esse resultado positivo”, ressaltou.

O atacante testou positivo para a substância benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína, em exame antidoping realizado após a partida entre Peru e Argentina no dia 5 de outubro, pelas eliminatórias da Copa do Mundo. Ele recebeu suspensão provisória de 30 dias a partir de 3 de novembro, quando o caso foi divulgado.

A benzoilecgonina encontrada na urina de Guerrero é proveniente da folha de coca utilizada para chá consumido em diversos países da América do Sul, entre eles o Peru. Os advogados apontam contaminação em um outro tipo de chá ingerido pelo jogador.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia