JM Online

Jornal da Manhã 50 anos

Uberaba, 09 de agosto de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

NO BICO DA CHANCA

Continua depois da publicidade



A coluna deste sábado celebra o supercraque Vandinho, ex-meio campo do USC

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

15/01/2022 - 00:00:00.

TOQUE DE PRIMEIRA

Com o timaço do USC com Aldeir, Cabeça, Paulo Luciano e Toinzinho.

A coluna de hoje fala sobre um supercraque de bola, aquele que encheu os olhos das torcidas do Uberaba SC; Atlético Mineiro e no exterior. Vander Guizzoni, o famoso craque Vandinho está na nossa pauta. Filho de Walter Guizzoni, o famoso Capilé e Geralda Ferreira Guizzoni; Vandinho nasceu em 27 de maio de 1957 e veio ao mundo para jogar bola, e como jogava. Estilo clássico, marcava bem, tinha bom passe e chegava na área do adversário, e tudo com qualidade. Foi um meio campista de alto nível. Pena que jogou em uma época que era de muita arte e categoria, mas faltava o dinheiro. “Os craques jogavam muito e ganhavam pouco”. Vandinho começou a jogar no Juvenil do Nacional e logo foi transferido para o Uberaba SC. Foi no Infantil do UTC, clube vizinho de sua casa que começou a jogar salão; de lá para o São Benedito e depois Jockey Club. Na sua opinião, um técnico que acrescentou muito na sua carreira foi Cláudio Garcia, que chegou no USC e deu outra dinâmica de jogo. Ele considera Zico um supercraque da sua época e atual, ele fala sobre o bom e objetivo futebol do atacante Salah, do Liverpool. Também aponta dois amigos e craques de bola que tiveram o prazer de jogar juntos: Paulo Luciano na “meiúca” e Toinzinho como meia atacante. Sempre achou o Uberlândia o adversário mais chato e complicado para enfrentar. Os dois melhores times que atuou foram Atlético Mineiro e Uberaba SC. Sobre uma profissão que gostaria de ter, caso não tivesse sido jogador: pensou, mas não conseguiu escolher a ideal. Pelo Campeonato Brasileiro, Vandinho lembra de um golaço que marcou contra o Comercial: - “Foi uma pintura”, disse: Importante também e pelo Campeonato Brasileiro foi marcado contra o Atlético-MG. Acredita que a vaidade no futebol acaba desconcentrando todo o grupo. O Flamengo é o seu time do coração. Quando jogava, espelhava na categoria do craque Falcão. Um fato impressionante, Vandinho cita aquele desastre aéreo com o time da Chapecoense: “Foi horrível”. Fala que no futebol do seu tempo era mais com técnica apurada. No moderno, a parte física e determinação dita as regras do jogo. Fala ainda que na sua época as “Marias Chuteiras” eram menos expostas. O piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna foi o seu maior ídolo. No lazer, gosta de viajar para descansar na praia. Uma conquista que não esquece foi aquele título da Taça Minas Gerais, pelo Uberaba SC, na época jogavam América, Cruzeiro e Atlético. Jogo que marcou sua carreira foi a conquista do Campeonato Mineiro com vitória espetacular sobre o Cruzeiro por 2 a 0. Sempre diz que na sua carreira futebolística não teve momentos ruins. Vandinho é empresário no ramo imobiliário, casado com Cláudia Mazão, tem dois filhos: Rafael e Camila. Este foi um verdadeiro craque que escreveu sua história com todas as letras em maiúsculas. Foi um jogador cinematográfico, história que ninguém apaga.

Na formação do Atlético Mineiro.

No seu escritório.

MOTO ZEMA tem a moto de seus sonhos. Peças, serviços, acessórios e qualidade no atendimento. Avenida Guilherme Ferreira, 795 – fone: 3318-3600. Visite nosso showroom e realize seu sonho. Inspeção gratuita de 21 itens. Fácil comprar.

CANELADAS

Depois da contratação do Antônio Mohamed, o TURCO, a torcida do Atlético teme que o time possa economizar no futebol. É aquela famosa estória que diz: “Salim saiu ou Salim sou eu” ...

Meu amigo e repórter de maior qualidade do futebol das Minas Gerais, Mozart Karrapixo Rodrigues, depois de isolar no seu rancho manda o seu recado: “Cés fica quétim dendicasa, o trem tá féi…”


O guarda de trânsito apita e fala para o portuga que estava a 180:
--- Bonito né!
--- E veloz: respondeu o portuga.
--- Cadê o cinto de segurança que você não está usando?
--- Está no porta-malas amarrando o botijão de gás.
--- Então este carro funciona a gás? Deste jeito, sou obrigado a tirar sua carteira.
--- Até que seria bom, pois faz uns cinco anos que estou tentando e não consigo.
O guarda não acreditando no que estava ouvindo, perguntou a mulher do portuga:
--- Seu marido é sempre assim?
--- Não. Só quando está bêbado...

Vicente Mateus, na época em que foi presidente do Corinthians, quando tinha que contratar algum jogador dizia:
--- Jogador tem que ser completo como pato, que é um bicho aquático e gramático...

ESTEIO Materiais para Construções é o caminho certo. Avenida José Maria Reis, 310 – fone: 3338-8444. Da base ao acabamento, ESTEIO nome sólido em construção. Fale com Nadir, Oscar, Diego ou Larissa. Construa com qualidade. 39 anos no mercado com os melhores preços. Venha tomar um café conosco. WhatsApp 9.9250-8444.

BOLA DE MEIA

Roberto Carlos Fernandes, presidente da Liga Uberabense de futebol, continua internado no Hospital Regional, onde faz tratamento para se livrar da Covid-19. Roberto ainda tem muito a oferecer para o nosso futebol amador, o qual deu outra vida a ele.

Ontem fiquei sabendo da notícia de que o Nacional FC está se preparando para jogar o Regional Sub 23, que tem a organização da Liga Uberlandense de Futebol. Fiquei feliz e logo pensei: “Vamos ter Uber-Nal este ano”. O comando técnico é de Lúcio Vaz.

O Regional deve começar na segunda quinzena de fevereiro, com isso todos os clubes estão se preparando. Sacramento; Mamoré, Fluminense de Araguari, Araxá, USC e Pratense estão na parada. Acredito que este torneio pode fazer sucesso. Tem tudo.

Além do Sub 23 do Uberlândia, mais três equipes amadoras daquela cidade devem fazer parte da competição. Agora é preciso correr atrás do regulamento, mas acredito que, dependendo do número de participantes, pode fazer até quatro grupos. É esperar.

Agora, o Galo já pode pensar em entrar na “rinha” com segurança. O Atlético confirmou a contratação do argentino de 51 anos, Antônio Mohamed, o El Turco para o lugar de Cuca. O técnico já passou pelo Monterrey, Tijuana e Celta de Vigo.

E no Ninho do Urubu, o que vem chamando atenção de todos é a colocação do Telão na nova tecnologia de uma comissão técnica que trabalha com futebol. A modernidade tem cada uma. Mas o importante de tudo isso é a bola rolar e ganhar as redes.
A Copa São Paulo de Futebol vem mexendo com os torcedores e empresários que ficam na expectativa de fazer bons negócios. Hoje, a terceira fase termina. Amanhã começam as oitavas de final. Corinthians. Vasco, Fluminense e São Paulo estão pintando.

Na verdade, muitos garotos estão mostrando qualidade, isso é bom para os grandes clubes e investidores, com isso, ao invés de gastar, lança os garotos ou enchem os bolsos com os encantadores euros. A Linense tem um número 10, que joga muita bola.

Com a saída de pelo menos dez jogadores, o Clube de Regatas do Flamengo pensa em economizar pelo menos uns R$ 30 mi. Mas na verdade, o rubro-negro de Marcus Braz precisa saber contratar. Tem bons jogadores no mercado brasileiro. Cadê o olho?

O jovem treinador Djavan Moraes, sonha no seu crescimento como técnico de futebol. Deixou o emprego e entrou de “mala e cuia”, para comandar os Juniores do Uberaba SC. Acredito que este Regional que começa no próximo mês, pode ser sua grande chance.

O futebol é um pouco complicado. É o tipo de trabalho que pode levar um profissional do “inferno ao céu”, mas também, na maioria das vezes é o contrário. Se não tentar não saber o que pode acontecer. Espero que a caminhada do Djavan tenha sucesso. TRAVA.

TA CONFECÇÕES – Há 25 anos no mercado brasileiro com absoluto sucesso. Uniformes profissionais, escolares e promocionais. TA qualidade profissional. Av. Leopoldino de Oliveira, 2084. Telefone: 3338-3050. Faça-nos uma visita.
 


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia
Fechar