JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 19 de setembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

O USC do começo dos anos 60 e o da década de 80

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

03/07/2021 - 00:00:00.

carlosticha@hotmail.com

Na foto de cima, o ataque arrasador de 1950/60 e na foto inferior, o Brilhante ataque com Toinzinho e Cabeça 

TOQUE DE PRIMEIRA

Depois que a coluna publicou a foto daquele timaço do Nacional de 1966, ainda desfalcado, simplesmente de Tati e Jackson, o torcedor do USC pediu para fazer uma comparação e falar de dois ataques do Uberaba SC. Um do final da década de 50 e começo da de 60 e outro dos anos 80. Comparar? Cada um tem a sua opinião. Na minha visão, embora com a evolução do futebol, a gente pode encarar as coisas com realidade. Talvez o momento possa confundir a cabeça do pessoal. Em décadas passadas, o que valia era saber jogar, ter habilidade, saber tratar a redondinha com carinho e porque não “dizer que ama a bola”. Futebol é uma coisa só, mas as mudanças táticas e físicas mudaram muito os sistemas. No passado, os clubes tinham um treinador, um roupeiro e um massagista. Nos dias modernos, este setor foi aumentando e montando uma comissão técnica com até 20 profissionais ou mais. Mas na verdade, o assunto de hoje pode ficar com interrogação para a maioria, mas as lembranças e histórias podem fazer com que todos entendam da situação. Primeiro vamos falar do quinteto de 50/60 formado pelos craques: Fausto; Paulinho, Zé Luiz, Tati e Oliveira. Não cheguei a ver o Fausto jogar, mas dizem que foi um malabarista pelo setor direito. Paulinho, este eu cheguei a ver: craque com todas as letras em maiúsculas. Foi sensacional e a cada jogada marcava um momento feliz nas partidas. Não esqueço daquele gol marcado no Botafogo de Garrincha, quando “chapelou” Pampoline e deu aquele lençol no goleiro: momento fantástico. Zé Luiz foi outro que fico devendo; não cheguei vê-lo com a camisa vermelha. Tati, este sim; verdadeiro fita métrica e gigante nas armações de jogadas. Pela ponta esquerda, não tive prazer de ver o Oliveira, pai do craque Careca com a 11 no USC. Nos anos 80, eu e a maioria dos torcedores vibramos muito com um ataque rápido e cheio de ginga formado por Ilton pela direita, aquele que driblava pelo fundo e tinha cruzamentos precisos. Aí vem Toinzinho, que simplesmente foi chamado de “Garoto de Ouro”, saiu da base para brilhar no futebol brasileiro. Este fazia a diferença, simples, objetivo e com jogadas que enchiam os olhos da moçada. Luiz Carlos Bica, o moço que veio do Bairro de Ponte Alta para jogar no timaço do USC. Foi um atacante de muita categoria, que sabia jogar, tabelar e fazer gols. Cabeça, foi outro que fazia a diferença: jogava muita bola e com lances mirabolantes levava a torcida à loucura. Marcava gols incríveis. Lembram daquele contra o Atlético no Mineirão, lance que ele deixou toda zaga do Galo esparramada no chão...? Pelo setor esquerdo vem o ponta Nei, o Rei dos gols de cabeça. Mas mesmo com a bola no chão ele praticava bom futebol. Um verdadeiro ataque de fazer a torcida feliz e o adversário descabelado. Portanto eu considero o melhor ataque; Ilton, Paulinho, Toinzinho, Cabeça e Tati. É história.

MOTO ZEMA tem a moto de seus sonhos. Peças, serviços, acessórios e qualidade no atendimento. Avenida Guilherme Ferreira, 795 – fone: 3318-3600. Visite nosso showroom e realize seu sonho. Inspeção gratuita de 21 itens. Fácil comprar. 

CANELADAS

Encontro o Karrapixo meio triste e pergunto:

--- Por que tanta tristeza meu nobre amigo?

--- A coisa tá feia. Fui não sei onde comprar não sei o que, me cobraram não sei quanto.

Eu hein!

--- Meu bem!

--- Fala paixão!

--- Você vai se importar se o nosso filho neném nascer com cara de japonês? É que eu adoro criança de olhinho puxado...!

Lá no CT Colorado, um jogador chega para o outro e fala:

--- Cara, eu tenho complexo de feiura!

--- Complexo que nada. Encara a realidade.    

E na Bahia:

--- Que cara é esse meu rei?

--- É que hoje eu acordei com uma falta de dormir.       

ESTEIO Materiais para Construções é o caminho certo. Avenida José Maria Reis, 310 – fone: 3338-8444. Da base ao acabamento, ESTEIO nome sólido em construção. Fale com Nadir, Oscar, Diego ou Larissa. Construa com qualidade. 38 anos no mercado com os melhores preços. Venha tomar um café conosco. WhatsApp 9.9250-8444.

BOLA DE MEIA

A oitava rodada do Brasileirão da Série “A” foi fechada na tarde e noite da quinta-feira com o Bragantino ficando no zero com o Ceará; o Atlético enfiando aquela goleada no Atlético-GO e o Flamengo vencendo com dificuldades o Cuiabá. Tá duro.

Na minha visão, vejo os grandes ameaçando a se recuperar do péssimo começo; como também noto que Rogerio Ceni está acabando com o belo e envolvente futebol do Flamengo. Parece que volta a ser comum. As opções são mínimas, mas o padrão caiu.

Na rodada de ontem, pela Eurocopa saíram os primeiros semifinalistas. A briga foi entre Suíça e Espanha e Bélgica x Itália. Cada jogo de encher os olhos. Futebol objetivo, sem muita reclamação e muita intensidade. Favoritos: Espanha e Itália. Será mesmo?  

Hoje os duelos que começam a partir das 13h tem os confrontos entre República Tcheca duelando contra Dinamarca e Ucrânia que está fazendo ótimo torneio dando de cara a com a favorita Inglaterra. É o bom futebol jogado no primeiro mundo. Vale a pena.          

A nossa Copa América também teve e ainda tem jogos interessantes, onde Brasil e Argentina dominam a competição. Ontem o “bicho” pegou para Peru e Paraguai que buscaram a vitória do começo ao fim. Paraguai entrou em campo como o favorito.

O técnico Tite escalou o Brasil com um meio campo forte e criativo. A defesa foi de alta qualidade. O ataque nem se fala. A busca para vencer o Chile, que sempre foi parada torta para a nossa seleção. Acredito que o time de Neymar conseguiu chegar à semifinal.

Jogos de hoje que completam a rodada das semifinais da Copa América.  Complicado vai ser o Uruguai encarando a Colômbia. A Argentina entra em campo como um time cheio de moral e com a certeza de que vai atropelar o Equador. Será?

A Série B do Brasileirão tem jogos importantes, que serão disputados com toda garra e vontade. O Vasco recebe o Confiança. Acho que vai dar Vasco. Tem o clássico alagoano entre CSA x CRB, parece um jogo que vai valer mais pelo lado do alfabeto.  

O Cruzeiro vai ter que bater bem na pelota para não penar em Pelotas. Em Santa Catarina, o Avaí cheio de panca aguarda o Botafogo, Vitória precisa de ganhar do bom time do Goiás, que não vai ser nada fácil. Na segunda, o Guarani recebe o Brusque.    

A Série “A começa hoje com o jogaço entre Corinthians contra o Internacional. O Coelho quer dar uma mordida no Peixe. Parada mesmo vai ser Athlético-PR x Fortaleza. Amanhã, o Sport recebe o Palmeiras. O Ceará quer fazer o Juventude dançar o xaxado.    

De entortar vai ser o encontro entre Bragantino e São Paulo: vai ser aquele virado a paulista. O Cuiabá vai com tudo pra cima do Galo, e pode se dar mal. Flamengo e Fluminense jogam na Arena Neo Química. Momento inédito do nosso futebol. TRAVA.            

TA CONFECÇÕES – Há 24 anos no mercado brasileiro com absoluto sucesso. Uniformes profissionais, escolares e promocionais. TA qualidade profissional. Av. Leopoldino de Oliveira, 2084. Telefone: 3338-3050. Faça-nos uma visita.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia