JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 26 de novembro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

O monstro do Triângulo - II

Estimado Leitor, no domingo passado, apresentei a vocês a história do Monstro do Triângulo

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

- Por Mozart Lacerda Filho Última atualização: 17/04/2011 - 14:24:16.

Estimado Leitor, no domingo passado, apresentei a vocês a história do Monstro do Triângulo, que tem como ato final a prisão de Orlando Sabino, acusado de ser o autor de vários crimes bizarros. Hoje continuaremos a falar do assunto.

Um elemento, presente nos autos do suposto assassino, deixou a história do “monstro” ainda mais misteriosa. Na perícia realizada nos corpos das vítimas, constatou-se, além dos golpes de facão, várias perfurações feitas por balas de calibre 44, de uso exclusivo das Forças Armadas Brasileiras.

Por conta disso, o escritor Joaquim Borges publicou um livro sobre o caso, “Operação Anti-Guerrilha”, levantando a possibilidade de que poderiam ter sido os órgãos de segurança (ou mesmo membros da ultradireita) os verdadeiros responsáveis pelos crimes do início de 1972 na região do Triângulo Mineiro.

Segundo o autor, a história do “monstro” foi criada com a intenção de “construir uma cortina de fumaça que permitisse a mobilização de diversos aparatos repressivos visando realizar uma busca na região em procura de militantes clandestinos que poderiam ter se estabelecido por ali sem atrair demasiados questionamentos por parte da imprensa”.

Não bastassem as evidências trazidas pelo laudo pericial, há vários pontos do julgamento de Sabino que o tornam peculiar. Muitos depoimentos são desencontrados e provas contundentes de que teria mesmo cometido os crimes praticamente não há. Também é preciso dizer, na intenção de não se cometer injustiça, que há pouquíssimos indícios que possam responsabilizar os agentes da repressão por tais crimes.

Pesquisando nos arquivos do DOPS em Belo Horizonte, encontramos apenas alguns recortes de jornal da época falando sobre o assunto e uma comunicação entre órgãos de segurança, dando conta de que a operação na região suspeitava de serem os crimes motivados por questões políticas.

Entretanto, testemunhas orais se lembram de que militantes ligados a partidos de extrema-direita faziam muito esforço para ligar os crimes cometidos pelo “monstro” a ações dos comunistas, o que possibilitaria, em tese, fechar ainda mais o cerco contra esses militantes.

Muito mais ainda não se sabe sobre o verdadeiro Monstro do Triângulo. Certeza mesmo é de que Orlando Sabino pagou pelo que não fez.

*******

Aproveito para agradecer meus leitores pelos inúmeros e-mails que me foram enviados durante a semana que passou.

 

(*) Doutorando em História e professor do Colégio Cenecista Dr. José Ferreira, da Facthus e da UFTM
mozart.lacerda@uol.com.br

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia