JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 18 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Continua depois da publicidade



Como traçar metas inteligentes (e realistas)

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

23/01/2022 - 00:00:00.

Nesse artigo, pretendo apresentar uma metodologia bastante utilizada em processos psicoterapêuticos e de coach para planejamento de atividades. A técnica a ser ensinada pode ser empregada em diversos contextos, desde comer mais saudável, economizar dinheiro, ler mais até começar uma nova habilidade. Normalmente, as metas são planejadas de maneira individual, mas elas também podem ser utilizadas pelas famílias conjuntamente. É recomendado que você utilize essa técnica por escrito, seguindo os passos descritos a seguir.

A técnica que iremos utilizar chama-se SMART. A palavra SMART em inglês significa esperto, inteligente. Trata-se de um acrônimo (uma palavra formada pelas iniciais dos cinco passos que a compõem) derivado da língua inglesa. A letra S é seu primeiro componente e devemos começar por ele. S vem da palavra specific, portanto, ao elaborarmos nossa meta, devemos ser específicos no que queremos. A primeira etapa consiste em colocar nossos desejos, como, por exemplo, comer mais saudável. A etapa seguinte deve traduzir esse desejo ainda mais: o que significa, de fato, comer mais saudável? Comer mais frutas, verduras, menos refrigerantes e doces? Quantos? Lembre-se que quanto mais específico você for, mais clara será a estrada para você chegar em suas metas. É importante você responder por que essa meta é importante. Isso ajuda na motivação para a continuidade da meta.
A meta também deve ser mensurável (letra M), ou seja, devemos ser capazes de acompanhar o nosso progresso ao longo do tempo. Se nosso objetivo é ler um livro a cada dois meses, nossa meta é mensurável se colocamos uma quantidade de páginas por semana, por exemplo. Nossa meta também deve ser alcançável (letra A) e estar de acordo com nossas habilidades, seu nível de comprometimento e seu tempo disponível para alcançar o que deseja. Nesse mesmo sentido, a meta também deve ser realista (letra R). Seria realista para você escalar o Kilimanjaro ou começar a aprender inglês dentro do próximo mês?

A letra T se refere à orientação temporal de sua meta. Ela deve ter um período de tempo limitado, de maneira que não se estenda ao infinito. Assim, pense em quanto tempo você será capaz de realizar sua meta, mas tente ser realista. Se você não tem ideia de quanto tempo estimar, pergunte para outra pessoa. Tente ser realista, pois, quando colocamos um tempo demasiadamente curto, tendemos a falhar e nos sentir culpados e fracassados, ou longo demais, tendemos a procrastinar.

Por fim, sente-se, pegue um pedaço de papel e utilize essa técnica aqui descrita como um pequeno manual para você traçar suas metas. Perceba suas emoções e pensamentos após escrevê-las. Como foi isso para você? Ensine um amigo ou familiar a fazer isso também. Lembre-se de concentrar sua energia em poucas metas, ao invés de dissipar sua energia em várias ao mesmo tempo.

 

Matheus Felix Ribeiro
Psicólogo Cognitivo-Comportamental

Doutorando em Neurociências (UnB)

Vice-presidente do IBDFAM-UBERABA

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia