JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 18 de maio de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

ARTICULISTAS

Continua depois da publicidade



Vacino ou não vacino?

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

21/01/2022 - 00:00:00. - Por João Eurípedes Sabino

“Criança! Não haverá nenhum país como este!”. Frase do poeta Olavo Bilac em seu poema “A Pátria”, contido no livro “Poesias Infantis”, publicado em 1904. Portanto, há 118 anos, e está atualíssimo.
Como se vê, as coisas sempre foram, são ou serão, eternamente. Só mudam as épocas, os formatos e as circunstâncias com que ocorrem. Bilac vaticinou lá atrás e hoje nossas crianças estão num país de oprimidos e opressores. Vacino ou não vacino o meu filho? Sou, ou não sou obrigado a ver minha criança tomar uma espetada, cujo próprio fabricante se desincumbe da responsabilidade, caso haja efeitos danosos ao indefeso ser.
“Não haverá nenhum país como este”. Correto está o Sr. Olavo Bilac, à medida que as nossas crianças nunca estiveram sob fogo cruzado tão intenso quanto agora. Nos países onde impera a ordem, quem dá as cartas são os pais. Aqui, correntes de cientistas, autoridades, consórcio de imprensa e outros propalam suas opiniões controversas como se estivessem discutindo futebol. Vacino ou não vacino o meu filho? No passado, as vacinas apresentavam alterações orgânicas que não passavam de: perebas, febres, dor de barriga, erupções cutâneas, todas passageiras, e só. Hoje, segundo alguns, a morte pode estar esperando a criança vacinada. Verdade?
Diz o Estatuto da Criança e do Adolescente:
Art. 7º: “A criança e o adolescente têm direito à proteção à vida e à saúde”. Art. 14 §1º: “É obrigatória a vacinação das crianças nos casos recomendados pelas autoridades sanitárias”. Que genitores se sentem tranquilos diante desse bate e rebate, tendo seus filhos como a “bola” do jogo? Enquanto isso, a pandemia continua.
A criança que ontem fui, e ainda procuro preservar, está confusa. “Seja lá o que Deus quiser”, dizem uns, e, “Na dúvida, não ultrapasse”, falam outros.
A Providência indicará o caminho a seguir. Esta certeza eu tenho.

 


Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia