JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 04 de dezembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Lição de moral I

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

22/10/2021 - 00:00:00. - Por João Eurípedes Sabino

Assisti a um circo pela primeira vez aos seis anos de idade. Estava ele em Uberaba, à Praça da Bandeira, hoje Dr. Jorge Frange, na esquina desta com a rua Veríssimo. Vi cantar ali: Cascatinha e Inhana, Raul Torres e Florêncio, além de Tonico e Tinoco. Não sei quantas vezes abordei esse tema aqui. O último foi o Circo Khronos, atualmente armado em Anápolis/GO. Hoje falo do protagonista imprescindível do pavilhão de lona.

Sim, é o palhaço e sua casa de trabalho que são invocados injustamente quando a ética ou os bons costumes estão ausentes. Recebi do escritor José Moreira Filho o formidável vídeo do palhaço Pão de Ló, que, para minha surpresa, deu uma lição de moral nos senadores responsáveis pela CPI da Covid-19. Muito eloquente, puxou as orelhas de todos e aqui apresento apenas uma fração do que ele disse: “Cotidianamente assistindo à CPI, é possível ver senadoras e senadores chamando um ao outro de palhaço. Ô gente! Não! Vocês não são palhaços. Eu sou palhaço! Eu não recebo auxílio-paletó e moradia. Não participo de grandes esquemas, grandes negociações. O meu bem é um nariz vermelho, um sapato grande e uma lona colorida. É o que eu tenho”.

“Vocês, senhores e senhoras senadores da República, não são palhaços. Vocês são senadores e senadoras. Então, se algo der errado, se alguém fala alguma coisa que você não gostou, se alguém discordar de você e falar uma besteira muito grande, não o chame de palhaço. Chame-o de senador da República. Até porque eu não estou na CPI. E tem mais: nos últimos três dias de CPI que aconteceu e eu assisti, foi possível ver um senador chamando a CPI de circo. Ô gente! Não tem nada de circo na CPI!”

“A gente de circo trabalha para divertir o povo. Muitas vezes, a gente trabalha para garantir alegria, alegria essa retirada por políticos que lá estão na CPI. Ou seja: a gente desfaz a mer... que vocês fazem! A gente tenta devolver alegria para o povo. Então, é injusto chamar a CPI de circo ou um senador de palhaço. Não coloquem os palhaços e o circo no mesmo pote. Assumam os seus barulhos! Se a CPI está uma bagunça, então chamem-na de Congresso, ou de Senado Federal, porque é lá que está sendo feita”.

Continuaremos na próxima semana.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia