JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 01 de dezembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

O homem perfeito

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

12/10/2021 - 00:00:00. - Por Ani e Iná

Certa noite, quatro mulheres estavam brincando em uma conversa de amigas e discutiam como seria o homem perfeito.

Quais seriam suas qualidades? Alto, atraente, misterioso? 

Carinhoso e audacioso, ou apenas musculoso?

Começamos pelo básico...

Precisaria ser fiel, confiável, responsável e ter senso de humor.

Assim como uma “turma” bem animada, elas montaram uma lista engraçada e picante. E o que era uma brincadeira se tornou para uma delas um livro, um romance com suspense e diversão, sem exagerar nenhum quesito: O homem perfeito.

Parece surreal querer encontrar o homem perfeito, mas afirmamos que ele existe.

O engomadinho: é casado há muitos anos; tem uma relação asséptica e adora receber para jantares; seu closet é separado e muito organizado. Na aparência, parece estar sempre embrulhado para presente.

O machão: exageradamente masculino; capricha no vozeirão e se veste com desleixo; o cabelo não tem corte e a pasta onde carrega os papéis do trabalho é uma mochila; usa calça jeans velha e tênis rodado; é machista e, quando viaja com a família, leva os filhos homens para atividades como futebol e trilha.

O intelectual: gosta de boa música, bons livros, cinema, teatro. Embora adore ficar em casa, aprecia um bom vinho e estar com a família. Sabe dividir os espaços de trabalho com mulheres e resolve tudo com entendimento.  

O transgressor: sempre à frente do seu tempo, fala com seus filhos sobre drogas, gênero, política; não cumpre lei, é um infrator; está sempre questionando as regras, um ativista social.

O eclético: é um eterno estudante; está sempre a pesquisar novas formas de bem-estar; é criativo; acorda a mil por hora sempre à procura de novos desafios. Divertido, irreverente, icônico, um andrógeno.

O pegajoso: no dia a dia está sempre ao lado da companheira e a leva para todos os lugares, pois não gosta que ela saia com amigas ou sozinha. É o companheiro absoluto. Excede em cuidados. Falta uma certa dose de privacidade, pois o peguenhento tem um relacionamento castigado pela dependência. 

O bonachão: bondoso, ingênuo, paciente. Gosta de cozinhar e reunir os amigos para uma cerveja e um churrasco nos finais de semana. Vive o presente e, no mais, “seja o que Deus quiser”. Não gosta de responsabilidades e é um companheirão para “curtir” a vida. 

Entre tantos homens e suas características, existe o esportista, que amanhece na academia e cultua o corpo com exclusividade; o tímido, que quase não fala; o romântico sedutor... Muitos são os modelos de homens!...

Com tantos questionamentos, interrogamos a um amigo professor se existe o   homem perfeito: “Não sei se existe o homem perfeito, mas sei que existe o homem feliz e que ele mora na Groenlândia”. Tal resposta nos pareceu um tanto irônica, mas nos fez refletir.

Sabemos que a felicidade anda de mãos dadas com a simplicidade e que exige energia e comprometimento. Ter uma vida simples é ter propósito: aquele que tem tempo para a família, encontra espaço para um hobby, tem um olhar afetivo e saudável nos relacionamentos, longe de falsos status e rotulagens, veste-se de si mesmo e olha a vida com ventura.

Bingo!!!

O homem feliz é o homem perfeito!!!

Dois beijos...

Ani e Iná - aninauberaba@gmailcom - gemeasanina@hotmail com

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia