JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 26 de janeiro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

A mais poderosa das forças

Nas próximas vinte e quatro horas, teremos eleições na Academia de Letras do Triângulo Mineiro

10/01/2020 - 00:00:00. - Por João Eurípedes Sabino

Nas próximas vinte e quatro horas, teremos eleições na Academia de Letras do Triângulo Mineiro. O tempo passa devagar para os seis candidatos que se dignaram submeter seus nomes à aprovação dos Acadêmicos. São escritores e escritoras que devotam suas vidas ao amor às letras e tudo fazem para cultivar esse sentimento, cujo exercício é tão difícil. A escrita está para todos, porém nem todos estão para ela. 

Duas vagas esperam os seis: Ani de Sousa Arantes Santos, Ernesto Rosa, Izabel Cristina Oliveira Durynek, Júlio César Oliveira Bernardo, Luiz Gonzaga de Oliveira e Olga Maria Frange de Oliveira. Ou seja, em média seriam três candidatos disputando uma vaga. Os Acadêmicos Luiz Manoel da Costa Filho e Thomaz de Aquino Prata, que deixaram suas cadeiras vazias ao partir, têm aspirantes de peso almejando os seus lugares.

Comissão Eleitoral, composta pelos Acadêmicos Guido Bilharinho, Marta Zednik de Casanova e Renato Muniz Barreto de Carvalho, dirigirá o certame. A sede da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, à rua Dr. Lauro Borges, 347, em Uberaba, receberá os Acadêmicos para elegerem os novos Membros Efetivos, que desenvolveram suas campanhas embasados nos seus históricos literários. Amanhã, quando os votos forem apurados, todos os concorrentes terão a certeza de que a Academia se ateve na realização de um pleito eleitoral transparente, onde concorreram em igualdade de condições.

No quadro de Associados Correspondentes da ALTM, os demais postulantes poderão ser admitidos. Nessa condição, eles terão os mesmos direitos, deveres e prerrogativas dos Membros Efetivos, à exceção de eleger outro Acadêmico.

O casarão centenário que acolhe a nossa quase sexagenária Academia se mostrará “sorridente” ao galgar por suas escadarias o público que só deixa fluir em páginas, pensamentos e sentimentos edificantes. Ou seja, naquele Sodalício repousam boas ideias materializadas em livros. Que os novos pertencentes a ele desfrutem desse diferenciado ambiente! 

Uma vaga na Academia, um dia todos nós seremos. Oxalá esse dia me aconteça em boa forma na vida, bastando que o meu último ato seja o manuseio da caneta, instrumento esse mais poderoso do que a mais poderosa das forças.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia