JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 12 de agosto de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Ano novo, problemas antigos

Ainda há pouco estávamos dando as boas vindas a um novo ano. Agora este ano, bissexto, já vai avançando

07/01/2020 - 00:00:00. - Por Mário Salvador

Ainda há pouco estávamos dando as boas vindas a um novo ano. Agora este ano, bissexto, já vai avançando. Apesar de 2019 ter chegado ao fim, alguns problemas continuam sem solução. Uns, mais recentes; outros, já com algum tempo nas costas. Vejamos: 

Por que as investigações sobre o assassinato do prefeito Celso Daniel não avançam? Fala-se sobre o assunto, apontam-se culpados, entretanto nem todos têm a punição que se esperava de uma Justiça que não é cega.

Quanto ao assassinato de Marielle e seu motorista Anderson, uma novidade surgiu no caso: o possível envolvimento do então deputado Jair Bolsonaro no crime. Só faltou a imprensa afirmar que Bolsonaro é o assassino. Mesmo ficando comprovado que, no momento do crime, ele discursava em plenário, na longínqua Brasília, tentaram envolvê-lo. Ressaltemos que o porteiro que causou a celeuma levantou a questão quando o deputado já era Presidente. E, afinal, quem matou Marielle e Anderson? Que novela!

Em relação ao petróleo que sujou praias brasileiras do Norte e Nordeste, ocasionando incontáveis estragos ambientais, o que se pode dizer é que, mesmo com a tecnologia de ponta atual e extraordinários recursos técnicos, não se chegou ao culpado da tragédia. Entidades protetoras do meio ambiente não se pronunciaram a respeito. E neste ano já há novas manchas de petróleo em algumas praias. Segue a novela...

Continua depois da publicidade

Há outro caso inconcluso. Bolsonaro, uma vez esfaqueado, foi socorrido; o esfaqueador, detido em flagrante. De imediato, três competentes advogados estavam defendendo o criminoso. Esses advogados recebem de quem? Preso e considerado possível portador de problemas mentais (que o livrariam da prisão), o esfaqueador afirmou a outro detento que receberia quinhentos mil reais se houvesse conseguido matar o candidato... A novela não acabou...

E por que Jean Wyllys abriu mão do mandato de deputado e das vultosas regalias do cargo e foi morar no exterior? Ainda não sabemos... 

De fato, 2019 nos parece inconcluso. E talvez assim permaneça! Da minha parte, já contei aos leitores que 2019 me presenteou com uma linda e já sapequinha bisneta, que já faz aquelas artes que encantam! E quando sorri... nem sem fala... Então, o melhor é deixar os problemas na mão das autoridades. Partamos, no novo ano, para algo mais proveitoso. No meu caso, curtir a bisneta! E tratem de aguentar este bisavô coruja, por favor!

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia