JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de dezembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Nunca antes, ou Sempre assim!

O País das incertezas avança a passos rápidos e carrega consigo o Estado e o Município

27/11/2019 - 00:00:00. - Por Karim Abud Mauad

O País das incertezas avança a passos rápidos e carrega consigo o Estado e o Município. A Economia, prima irmã da Política, vai pregando peças em todos, seja pelos fatos internos ou pelos fatos externos. Estados Unidos e China, em primeiro plano, além das manifestações em vários países, não só na América do Sul, e o binômio Bolsonaro–Lula ou Lula–Bolsonaro no âmbito nacional, geram tantas especulações que as reformas necessárias patinam e o emprego e as condições de empreender sucumbem, chegando a níveis alarmantes. Ainda bem que temos o futebol e a turma comemorou para valer a consagradora dupla vitória do Flamengo. Nossas autoridades deveriam inspirar-se nesses momentos e deixar o povo ter acesso à Educação, Saúde, Segurança e ao Emprego de Qualidade – Campeão. A sorte dos governantes é que no futebol um técnico estrangeiro ajuda bem, já na gestão pública aqui é como lá. Colonizadores e Colonizados se esmeram em gestões ineficientes e desastrosas sob vários aspectos. 

A cidade a caminho dos 200 anos, aniversário ainda contestado por muitos, inerte,  continua discutindo os bancos da Praça da Matriz. Se Burle Marx e Jaime Lerner não servem, vamos convivendo com as vaidades e incoerências locais. Precisamos virar a página e começar 2020 em outras praças. Vamos ter cerveja nova e boas notícias na Feti. O Sebrae, nesta seara, atua para melhorar o ensino técnico junto com a Maçonaria, o Lions e o Rotary.

Tomara possamos ter outras boas novas e que o pleito municipal seja discutido com ambiente e nível bons, e não apenas com exclusão e falta de opção.

O Governo Estadual, ou o Governador Zema, estará aqui no fim de semana e as notícias prometem no campo político. Quem sabe teremos o que comemorar no Caminho da Gestão? Sonhar ainda não é tributado.

Algumas situações perpassam gerações e nossa Uberaba pujante no outrora padece no agora. O ânimo da população com expectativas de melhoras na vida do cidadão fica pelo caminho, com tantas notícias tristes, mas nada comparado com um filme de cena lamentável ocorrida em estabelecimento comercial no fim de semana. Triste,  muito triste. Episódio para ser banido da vida cotidiana.

Na dureza de 2019, ano recheado de decepções, esperanças e desesperanças, de dificuldades para lidar com as contas, nós nos deparamos com a insensibilidade de nossos governantes para com assuntos importantes para a população. Gastos e compras desnecessários para o momento de dificuldades que vivemos. Enquanto a natureza sofre e o ar que respiramos está mais quente e poluído, ainda vemos  o desperdício com ar-condicionado sair do controle. Dólar nas alturas, inflação ainda em baixa, juros pífios na Selic e nas aplicações, extorsivos para o consumidor e as empresas, combustível sem parâmetros e a vida segue.

Mas a vida é assim, quando se deseja algo, tudo é explicado por uns, mesmo que incompreendido por todos. Vamos em frente que atrás vem gente. Afinal... Nunca antes ou Sempre assim! Dúvida cruel. 

(*) karim.mauad@gmail.com

 

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia