JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Falando de expectativas

Expectativa... Desejo? Esperança? Aguardo? A expectativa – situação de quem espera a ocorrência de alguma coisa

10/10/2019 - 00:00:00. - Por Sandra de Sousa Batista Abud

Expectativa... Desejo? Esperança? Aguardo? 

A expectativa – situação de quem espera a ocorrência de alguma coisa - é algo que o indivíduo não consegue evitar.

A expectativa, a probabilidade da ocorrência de realização de algum desejo, em determinado momento, seja no campo afetivo ou profissional, é presença constante na vida do ser humano.

Evitar a expectativa não é possível, mas ter consciência desse desejo e ajustá-lo, observando o que a realidade pode oferecer a cada um, é necessário.

“As expectativas brotam de nossos desejos e necessidades e colocam nosso olhar no futuro”.

Através do desejo, pessoas sonham com o futuro repleto de todo tipo de sucessos, mas nem sempre é o que acontece na vida real.

O risco das expectativas se tornarem desilusão e frustração se torna maior quanto maiores forem as expectativas.

As grandes expectativas são construídas com um grau de esperança, de ilusão e até de magia, tão sem bases de realidade prática, que a possibilidade de decepção também é grande – o desejo não resiste aos testes de realidade.

No que se refere aos relacionamentos, muitos não se tornam felizes e duradores porque uns fantasiam muito o parceiro, o que não permite o conhecimento e a percepção do que o parceiro realmente é, e então acontecem as desilusões.

Assim, através das expectativas irreais, acontece o autoengano, onde uns acreditam que conseguirão mudar os outros, o que não acontecerá. É muito fácil se iludir e pensar que alguém poderá transformar quem não quer se modificar, isto é, causar mudanças em quem não quer mudar.

As decepções e desilusões causam sofrimento profundo, que podem levar o indivíduo a se isolar, sem possibilidade de construir uma boa parceria.

Interessante é atentar para o fato de que a vida continua e surpresas acontecem.

Como equilibrar as expectativas com observações realistas?

Como superar a frustração e a desilusão?

É interessante entender que as decepções acontecem facilmente com todos os indivíduos e é interessante também observar: lidar com o imprevisível – não tem como saber com certeza o desenrolar das coisas; aprender a lidar melhor com a frustração, e não ficar estacionado no sofrimento sem pensar em alternativas; estar aberto e mais receptivo às sugestões; observar cuidadosamente o comportamento dos outros para avaliar melhor interesses e desinteresses e contradições entre palavra e ação dos parceiros; ampliar e diversificar estratégias para recomeçar após uma decepção ou derrota.

Ao investir muita energia na idealização, é importante não perder o foco no presente, onde tudo acontece. Outro fator negativo é o não investimento no autoconhecimento.

Assim, urge perguntar:

O que posso fazer de melhor?

O que posso proporcionar a mim mesmo em vez de criar expectativas de receber várias coisas dos outros?

O que posso fazer de melhor com o que a vida me apresenta?  

(*) Psicóloga Clínica
sandrasba@uol.com.br

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia