JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 14 de outubro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Vesperata. Precisa mais?

Sonho acalentado, sonho realizado! Com estas palavras noticiei a amigos chegados o meu prazer de estar em Diamantina

04/10/2019 - 00:00:00. - Por João Eurípedes Sabino

Sonho acalentado, sonho realizado! Com estas palavras noticiei a amigos chegados o meu prazer de estar em Diamantina no dia 28/09/2019 para assistir à Vesperata ao vivo e a cores. Concerto musical inesquecível apresentado na rua da Quitanda com a participação da Banda de Música do 3º Batalhão da PMMG e da Banda Mirim Prefeito Antônio de Carvalho Cruz, além de outros músicos magistrais. Casarões do século XVIII fazem moldura a um dos quadros mais bonitos que se possa imaginar. Músicos nas altas janelas fazem a serenata ao contrário, ou seja, seus agraciados é que ficam na rua. Ali se tem noção exata de que o Patrimônio Histórico não atrapalha. 

Não por acaso a Vesperata de Diamantina, espetáculo único no gênero, hoje é Patrimônio Cultural de Minas Gerais. Um público estimado em cinco mil pessoas, sentado em mesas na rua coberta com pedras-de-mão, desfruta do mais amável e acolhedor ambiente. Valeu a minha espera por tantos anos. Ouvi quase três horas de músicas que alongaram os meus dias.

Nunca vi tanta ordem e harmonia num recinto aberto, confesso. A chuva deu uma trégua e só chegou logo depois do final da festa. Aí sim, derreteu tudo. Nosso grupo de 50 pessoas, junto a milhares,  agradeceu.

Visitar a Casa onde viveu o presidente Juscelino Kubitscheck, o Nonô, é outro sonho que quem puder realizá-lo, não demore e o faça já. A emoção de pisar no lugar onde pisou o menino visionário JK, chegar perto de objetos e dados históricos seus, nos levou a reflexões transcendentes. Quando me debrucei na janela em que Juscelino debruçou e dali mirou as montanhas que transpôs pelo ideal, aí sim, haja coração! Lembrei-me do amigo Dorival Cicci. Nenhum prédio em Diamantina sofre mutilações!

Para as comemorações dos 200 anos de Uberaba, em 02/03/2020, que bom seria vermos aqui projetos semelhantes à Vesperata de Diamantina. Talentos, locais e vontade temos, resta-nos a decisão para tal. Pena é que antigos prédios nossos e velhas lembranças estão indo embora...

Eis uma das várias mensagens emitidas pelo comércio de Diamantina (vivíssimo com 306 anos!), numa etiqueta de presente: “Com carinho, amor, paz e saúde”. 

Precisa mais?

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia