JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 18 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Preservar a nossa cultura é a intenção

Na terça-feira, 20/08/2019, vivemos uma data memorável que ficará definitivamente na história

23/08/2019 - 00:00:00. - Por João Eurípedes Sabino

Na terça-feira, 20/08/2019, vivemos uma data memorável que ficará definitivamente na história. Tudo aconteceu na sede da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu. Assistimos ali à assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a ABCZ, Prefeitura Municipal de Uberaba e Secretaria Estadual de Educação/MG. 

Em resumo, aconteceu algo que considero ter fechado uma lacuna entre a ABCZ e a escola, no sentido mais importante. Trata-se, em resumo, de se levar aos alunos iniciantes matéria relativa à saga do zebu, sua importância e alcance para a pecuária brasileira. Nada mais justo, se em mais de 80% do rebanho nacional está presente o zebu, que há mais de cem anos trouxemos da Índia. Preservar a nossa cultura é a intenção.

Tenho presenciado de perto o esforço da ABCZ no afã de trazer o grande público para si e lhe mostrar o seu rico acervo, que não fosse ele Uberaba jamais seria a Capital Mundial do Zebu. “O uberabense precisa saber da importância de ter sido ele o pioneiro na arte de aprimorar as raças zebuínas”. Palavras do secretário adjunto da Educação de Minas Gerais. Concordo plenamente e cabe a pergunta: quem de nós não tem um, ou os dois pés na zona rural?

A história precisa ser rememorada: Getúlio Vargas nos doou o Parque Fernando Costa, que fora inaugurado em 1° de maio de 1941. Em 29/10/1945, houve a sua queda como governante. No dia 31/01/1946, toma posse no governo o marechal Eurico Gaspar Dutra, que, três meses depois, ou seja, em 30/04/1946, baixou o Decreto-lei 9.215, fechando todos os cassinos no Brasil. Nesse rol estava incluída a casa de jogos e musicais instalada à avenida Fernando Costa, 714, anexa ao belo Parque de Exposições.

O cassino ficou fechado até que em 11/05/1950 inaugurou-se no local o Grupo Escolar Professor Chaves, assim denominado na administração do prefeito Boulanger Pucci.

Por que fiz esta volta campeira? Aí entra a feliz cumplicidade da ABCZ com a E.E. Professor Chaves, sua vizinha. Durante o período de desativação do cassino, a entidade poderia ter reivindicado o imóvel ao governo do Estado e assim aumentaria a área do Parque. Não o fez e mais, em 1961, quando a escola ameaçou desabar devido a uma supercratera aberta junto a seus alicerces, a ABCZ acolheu todos os alunos.

Há um profundo vínculo entre aquela entidade pecuarista e a instituição escola. Não por acaso sua sede é ladeada por duas, o Instituto Federal do Triângulo Mineiro e a E.E. Professor Chaves, além de ter fundado a consagrada Faculdade de Zootecnia de Uberaba – Fazu. 

Chegou a hora de a ABCZ adotar definitivamente a E.E. Professor Chaves. Aplausos!

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia