JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 04 de dezembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Taxa de iluminação depende de estudos para ter desconto

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

21/10/2021 - 18:26:03. - Por Wellington Cardoso

Desconto

A Sesurb está levantando o número de contribuintes por faixa de consumo de energia elétrica para, em conjunto com a SeFaz, projetar receita e despesas e calcular a possibilidade de se dar algum desconto na taxa de iluminação pública paga pelo cidadão na conta da Cemig.

Economia

Com a implantação das lâmpadas de LED iniciada em 2020, a Prefeitura já faz 50% de economia nos gastos com a iluminação pública e espera chegar aos 70% com a conclusão da modernização programada.

Luminárias

Até agosto deste ano, Uberaba tinha 49 mil 636 pontos de LED, 35,5 mil luminárias colocadas no ano passado.

Bosque

Projeto de melhorias no Bosque Jacarandá está submetido à análise do IEF, indica o secretário interino do Meio Ambiente. Diz Vinícius Arcanjo da Silva que o objetivo é reabrir o espaço à visitação, mas sem data definida, pois dependerá de licitação das obras ainda a ser feita.

No MP

O antigo zoológico tem sido alvo de Termos de Ajustamento de Conduta entre a Prefeitura e o Ministério Público nos últimos 15 anos. O primeiro deles previa a desocupação da área, o que demandaria investimentos de cerca de R$ 10 milhões, e foi substituído por outro.

Nada político

A escolha da arquiteta Fúlvia Mendes para secretária adjunta da SEPLAN foi exclusivamente técnica, diz a secretária de Comunicação.

Bagagem

Segundo Celi Camargo, “soma ao currículo (de Fúlvia) a experiência na prestação de serviços na área de gestão de cidades, elaboração de mapas, desenvolvimento de planos diretores, análise e elaboração de legislação urbanística”.

“Padrinho”

O currículo foi apresentado pelo presidente da CODAU, José Waldir, mas a escolha de seu por critérios técnicos – frisou a secretária, acrescentando que outros currículos também foram examinados.

Farpas

Moacyr Lopes e Luiz Medina trocaram farpas no grupo “Política Uberaba 2022” nesta 5ª feira. Diante dos elogios do presidente do MDB, Fabiano Elias, à gestão do ex-presidente da FUNEL, o vice-prefeito a pôs em dúvida com um “çei” (sic).

Acusação

E, depois de Medina afirmar ter a administração batido todos os recordes de realizações, Moacyr acusou o desaparecimento, segundo ele no último dia de 2020, de todos os contratos e projetos da Funel.

 Maldade

Para de botar maldade – reagiu o ex-presidente da Fundação, acrescentando para ele falar no privado o que quer.

Perdeu

Na Justiça de São Paulo, o empresário André Aranha perdeu um round na disputa judicial que trava com a uberabense Mariana Ferrer, que o acusa de estupro. Foi derrubada liminar que a impedia de falar sobre o caso nas redes sociais.

Exclusão

Aranha queria ainda que o Facebook excluísse Mariana do Instagram, onde ela tem 2,5 milhões de seguidores, e do Twitter. No Instagram isso ocorreu, mas o perfil foi restabelecido também por ordem judicial.

Risco muito alto

No boletim de risco epidemiológico (Covid) em Minas, o Estado coloca Uberaba, Uberlândia e Ituiutaba entre as cidades ainda com “risco muito alto”, o nível mais elevado do estudo. “E nós falando em liberar festas para 5 mil pessoas” – critica o ativista SUS Jurandir Ferreira.

Um pé atrás

Advogado trabalhista uberabense vê com preocupação a decisão do STF considerando ilegal a norma que impõe ao trabalhador perdedor de uma ação o pagamento de honorários advocatícios da parte vencedora, mesmo se assistidos pela Justiça gratuita.

Vai aumentar

Calcula ele que o principal impacto será o aumento de demandas com pedidos descabidos (“vai voltar a avacalhar”). Mas, há quem entenda também que a obrigação cerceava o direito de postulação do trabalhador, temeroso das conseqüências.

Convidados

Dois vereadores foram convidados pelo vice-prefeito para se filiarem no Solidariedade, o partido da prefeita. Um deles é o emedebista Fernando Mendes, transformado em líder do Executivo à revelia da sigla pela qual se reelegeu.

Ganhou ponto

Esta semana, Franco ganhou ponto com o Ministério Público de Uberaba ao votar contra a aprovação de uma das duas versões, mais branda, da PEC 5, de reestruturação do Conselho Nacional do MP.

Neutro e sim

Aelton não participou da votação e Zé Silva disse sim à proposta. A ambos os promotores também pediram apoio para que o texto fosse rejeitado.

Política não

O que os promotores mais temem é a ingerência política no CNMP e, consequentemente, nas atividades do Ministério Público. O que é previsto na proposta original apresentado pelo Governo, e que ainda pode ir a plenário.

Regularidade

Exibindo ata de reunião ocorrida em fevereiro de 2021, Janete Almeida rebate afirmações de Jurandir Ferreira de que o mandato dos conselheiros está vencido. Houve prorrogação por dois anos – diz ela. Mas, o período de extensão não consta da ata.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia