JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 21 de outubro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Advogado considera “meia boca” absolvição no processo Mari Ferrer

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

09/10/2021 - 14:15:09. - Por Wellington Cardoso

Mais ou menos
Imprensa nacional noticia de forma equivocada o resultado do julgamento do processo de estupro contra Mariana Ferrer pelo TJ de Santa Catarina. O que tem sido decidido para a absolvição do acusado é que há dúvida se a uberabense havia mesmo sido dopada.
 
Relação houve
Não há negativa de que a relação sexual tenha ocorrido e da virgindade tirada de Mariana pelo empresário por ela denunciado. Tanto que o advogado de André Aranha recorreu da sentença de 1ª instância para que a Corte estendesse a absolvição também quanto à prática de sexo.
 
Estranho
O caso todo é estranho. A coluna tenta ter acesso aos autos, que estão sob segredo de Justiça, para expor as esquisitices neles existentes como um promotor acusando e outro pedindo a absolvição do empresário.
 
Recurso
Advogado uberabense Júlio Cesar da Fonseca, contratado por Mariana, vai recorrer. Fará uma exceção de suspeição superveniente do juiz Rudson Marcos, que julgou o caso em 1ª instância, por documentos juntados por ele no processo um dia antes do julgamento.
 
Meia boca
Advogado, que considera “meia boca” a absolvição do empresário André Aranha, entende que esse comportamento do juiz “demonstra que ele sempre foi parcial (no caso)”.

Guard rail
Secretaria de Serviços Urbanos instalou guard rail em lateral do canalizado Córrego dos Carneiros para evitar um novo acidente como o da semana passada, com vítima fatal. Veículo foi levado pelas fortes correntezas para dentro do canal. “Uma medida paliativa” – admite o secretário Carlos Lopes. A Sesurb também iniciou limpeza do canal.
 
Mais uma
E o negacionista integrante do Comitê Covid de Uberaba continua fazendo suas polêmicas pregações em rede social. A última delas sobre o projeto de lei do absorvente gratuito, vetado por Bolsonaro, que, no entanto, diante da repercussão negativa, admite a distribuição do produto.

Aprenda!
E diz Francisco Cardoso: “(...) se você chama as mulheres de ‘mulheres’, você é contra o PL. Porém, se você as chama de ‘pessoas que menstruam’ ou ‘corpos com vagina’, então você é a favor do PL. Entenderam do que se trata a matéria?”
 
Pagando mico
Também a Prefeitura pagou mico no fim de semana. Ao rebater no seu perfil crítica ao uso do pronome “todes” (ainda não formalizado na gramática portuguesa) em peça sobre o Outubro Rosa, soltou mais uma pérola.
 
Homem tem útero
“A utilização do pronome neutro (“todes”) pode se referir tanto ao sexo feminino quanto ao masculino. Ou seja, um homem transexual tem útero também”. Deixou de fazer a ressalva: nem todos, como aqueles que se submeteram a cirurgia de redesignação sexual.
 
Ainda não
Já investido da condição de líder do Executivo na Câmara, o vereador Fernando Mendes ainda não fez qualquer comunicado sobre isso ao seu partido, o MDB, confirma liderança da sigla.
 
Água morna
A sinalização, porém, é de que a sigla vai aguardar os próximos acontecimentos para uma eventual tomada de posição, alicerçada no seu estatuto.
 
Pés no chão
A Codau não tem certeza da viabilidade da captação de água no rio Grande. O que determinará a solução a ser dada para o abastecimento, sem sustos como o deste ano, será estudo de concepção de complementação do sistema existente.
 
As opções
Empresa especializada, ainda a ser contratada, examinará as diferentes opções afloradas nas discussões da crise hídrica, incluídos poços artesianos, transposição do rio Araguari e a solução rio Grande.
 
50 anos
Presidente José Waldir de Sousa Filho assegura que o estudo determinará o que fazer pensando no abastecimento para os próximos cinqüenta anos. Mas, a previsão é que os estudos estejam concluídos somente no segundo semestre do ano que vem.

Água boa
Diante das suspeitas do vereador China, que diz estar recebendo denúncias de mães de que os filhos estão com diarréia por causa da água, a Comunicação da Codau diz que há coleta de amostras e análises diárias.
 
Terceirizado
E laboratório contratado faz isso regularmente, recorrendo a diferentes parâmetros para atestar a qualidade da água entregue aos uberabenses.

Prainha
Para a retomada das obras da Prainha, a companhia aguarda análise dos projetos executivos e do estágio dos serviços já realizados. A Maciel Assessores receberá R$ 1,6 milhão para fazer isso, o que já está acontecendo, o gerenciamento e a fiscalização das obras restantes.

Baixo quorum
Foram 164 os participantes das quatro noites de audiência pública do orçamento participativo, média de 41 por sessão. Pouco para a importância dos temas. O que contou com mais interessados foi o “Crescer com qualidade de vida” (51).
 
Por bairros
Os bairros que mais deram participantes foram Estados Unidos (15%), Abadia e Boa Vista (14%).
 
Prioridades
E, se há dez anos, um dos três maiores problemas de Uberaba era a segurança, agora ela é a última na lista de prioridades, encabeçada pela educação, seguida de longe por gestão pública, saúde e meio ambiente.

Nepotismo
Promotor José Carlos Fernandes arquivou mais um procedimento instaurado a partir de denúncia anônima de nepotismo feita contra tia e sobrinha ocupantes de cargos comissionados na Prefeitura. Uma delas, servidora aposentada em 2019 e a outra ainda na ativa. Nada irregular.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia