JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 21 de junho de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Vacinação irregular: assessor de vereador está sob suspeita

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

14/05/2021 - 12:02:05. Última atualização: 14/05/2021 - 12:05:09.

Novas descobertas
E as novidades não param de surgir na Comissão Especial de Inquérito da Vacina à medida em que as investigações avançam. A quinta-feira foi um dia/noite das mais proveitosas. Um único depoimento durou cerca de 13 horas. Mas, independente dele, nas últimas horas soube-se de suspeita da vacinação indevida de assessor de vereador, episódio que passará também a ser investigado. E foi esmiuçado o caso em que mãe de integrante da cúpula do Executivo foi vacinada com privilégio porque iria viajar e as doses restantes do frasco de vacina aberto aplicadas sem critério.

Sem explicação
A forma de participação do infectologista paulistano Francisco Cardoso no Comitê Técnico de enfrentamento à Covid-19 não foi detalhada pela Secretaria Municipal de Saúde. Perguntada sobre o papel a ser desempenhado pelo médico, e se incluía a elaboração de protocolos a serem observados na rede pública, já que é defensor dos tratamentos preventivo e precoce, a SMS respondeu com informações disponíveis na Internet. E que nada têm a ver especificamente com a assessoria que ele dará a Uberaba.

Economia prejudicial
A falta de pedidos pela rede pública de exame de sangue e de tomografia para pacientes com síndrome gripal nos primeiros dias dos sintomas retarda o tratamento aos suspeitos de estarem com Covid-19. A análise é de médico ouvido por FALANDO SÉRIO, segundo o qual a realização desses exames podem fazer enorme diferença para a assistência a ser oferecida, que teria como primeiro objetivo a redução da carga viral. Diz ele que “não se brinca com essa cepa, de letalidade portencializada e em tempo menor”. Além disso, o profissional apela aos colegas para não prescreverem corticóide/Predsin no primeiro momento, como tem ocorrido em muitos casos.

Procurador não vê irregularidade em faxina feita em prédio da UFTM
A denunciada “destruição de acervo artístico e cultural de obras pintadas” nas paredes internas do Centro Cultural da UFTM foi apurada por procurador da República, e recebeu parecer pelo arquivamento. Procedimento havia sido tratado pelo reitor Luiz Fernando como limpeza de manutenção do prédio por ocasião da sua realização, em março deste ano. Já o relato que motivou a investigação se referiu ao episódio como “processo de eliminação e destruição do referido acervo (...) um crime contra o patrimônio histórico, cultural e científico da universidade”.

Medidas regulares
Em sua manifestação, o procurador da República Thales Cardoso abordou questões de responsabilidades do gestor e formas legítimas de manifestação democrática para frisar: (...) “diante da regularidade das medidas administrativas adotadas pela UFTM para conservação do seu patrimônio não há razões que justifiquem o prosseguimento das investigações”. Pinturas haviam sido feitas por estudantes como ato de protesto contra a falta de professores em alguns cursos, em 2014.

“Sem fome, com vacina”
Nas comemorações da Luta Antimanicomial, o CRIA e os CAPS “Maria Boneca”, da Fundação Gregório Baremblit, e “Inácio Ferreira” lançam a campanha “Sem manicômio, sem fome, com vacina”. Doações de alimentos devem ser direcionadas aos três centros de assistência psicossocial, que se encarregarão da distribuição às famílias carentes assistidas pelos serviços de saúde mental de Uberaba. A pandemia agravou as condições dessas pessoas.

Leia também: Manifesto tem rendido duros ataques ao arcebispo de Uberaba

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia