JM Online

Jornal da Manhã 47 anos

Uberaba, 16 de setembro de 2019 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Mutirões para combate ao Aedes devem começar antes do carnaval

Ação vai começar pelos bairros com maior infestação do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika

- Por Geórgia Santos Última atualização: 02/02/2018 - 07:16:59.

Foto/Jairo Chagas


O cronograma do mutirão já está definido e o início só depende agora da disponibilização da estrutura

Mutirões de limpeza para o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika, podem começar antes do carnaval. Toda ação já foi planejada, mas o início das atividades ainda depende de questões burocráticas. Conforme o cronograma, o mutirão vai começar pelos bairros que registraram índices mais altos de infestação do inseto. 

De acordo com o diretor de Vigilância em Saúde, Nélson Ranieri, as ações a serem desenvolvidas durante o período sazonal de infestação do Aedes aegypti são planejadas pelo Comitê de Mobilização, Assessoramento, Acompanhamento e Avaliação das Ações de Controle da Dengue, Chikungunya e Zika-vírus, nos meses de novembro e dezembro do ano anterior, e os mutirões de limpeza estão entre as atividades previstas.

“Pretendemos realizar o primeiro mutirão antes do carnaval. Seguiremos cronograma elaborado a partir dos extratos do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), que foi realizado em janeiro. Começando pelos bairros que apresentaram infestação mais elevada, o trabalho vai acontecer durante todos os dias da semana. Estamos esperando a chegada dos caminhões e da mão de obra para começar”, explica o diretor.

Ainda segundo Nelson, as visitas domiciliares dos agentes de zoonoses também serão intensificadas nos bairros com índice alto de infestação. As ações dos carros do fumacê já começaram com a liberação de quatro veículos pela Secretaria Estadual de Saúde. “Estamos nos preparando para este trabalho de combate ao mosquito, mas precisamos da população pois, neste último LIRAa, em algumas áreas que apresentaram índice alto no ano passado, realizamos a ação de mutirão e o resultado não mudou”, afirma.

O primeiro LIRAa deste ano registrou percentual médio de 8,7%, o maior desde que é feita a medição. Entre os bairros, o maior grau de proliferação do Aedes foi detectado no Grande Boa Vista (10,80%) e na região que engloba o Chica Ferreira, Anatê, Jardim Itália, Jardim Maracanã, Gameleiras, Recreio dos Bandeirantes, Damha e Valim de Melo (10,50%).

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia