JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 22 de janeiro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Sem pagar IPVA, cerca de 60 mil veículos estão irregulares

Receita Estadual divulga balanço do recolhimento do IPVA de 2017 e, aproximadamente, 60 mil veículos em Uberaba estão circulando de forma irregular.

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

- Por Geórgia Santos Última atualização: 06/06/2017 - 07:04:30.

Foto/Reprodução

Em Uberaba, cerca de 60 mil veículos estão circulando de forma irregular, com inadimplência superior a R$ 20 milhões

Receita Estadual divulga balanço do recolhimento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2017 e, aproximadamente, 60 mil veículos em Uberaba estão circulando de forma irregular. O levantamento é de janeiro a 15 de maio e supera os números deste mesmo período do ano passado.

De acordo com o chefe da Administração Fazendária de Uberaba, Wagner José Silva Júnior, ainda restam a ser recolhidos no município R$20,5 milhões referentes ao IPVA de 2017. No ano passado, neste mesmo período, o valor era bem menor, de R$16,5 milhões, fato que gera preocupação.

Sendo assim, para aqueles que ainda não pagaram o imposto e desejam regularizar a situação, pode buscar a administração fazendária para negociação, ou realizar o procedimento pela internet. “O contribuinte, agora, tem essa comodidade de fazer o parcelamento dos débitos que possui, pela internet, em até 12 vezes, incluindo o IPVA deste ano. Existe, porém, uma parcela mínima de até R$200. E essa possibilidade de parcelamento pela internet é apenas para o IPVA, não inclui a taxa de licenciamento e seguro obrigatório”, diz.

O parcelamento é feito pelo site da Secretaria Estadual da Fazenda; no local existe um link do IPVA, opção de parcelamento. O procedimento é simples e didático, bastando estar com o CPF do proprietário e o número do Renavan que deseja fazer o parcelamento em mãos. “Assim que o contribuinte fizer o pagamento, normalmente em um dia cairá no sistema e, se não houver outra pendência junto ao Detran, pode receber o documento do veículo”, diz.

Wagner destaca, ainda, que, por ser um procedimento simples, a orientação aos contribuintes é para que façam pela internet. “Gera comodidade, pois a pessoa não precisa ficar na fila, esperando pelo atendimento, mas ainda estamos disponíveis para o caso de a pessoa preferir negociar na própria Receita Estadual”, afirma o chefe.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia