JM Online

Jornal da Manhã 48 anos

Uberaba, 27 de outubro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Conselho pensa Uberaba para o futuro

Grupo é formado por instituições, empresas, representantes de classe, universidades e sociedade organizada e planeja a cidade sem prejuízo de governo

- Por Marconi Lima Última atualização: 02/03/2017 - 09:01:06.



Conselho U+20 foi criado para planejar a cidade nos próximos 20 anos em diversas áreas, sem que um setor do governo seja mobilizado para tal

Uberaba se aproxima do seu bicentenário. São 197 anos, com muitas transformações ao longo do tempo. Em alguns de seus setores é possível notar ações da moderna engenharia e arquitetura, mas ainda se conserva em outros cantos um pouco da nostalgia de tempos que não voltam mais.

É possível viajar ao passado, ao passar em frente a velhos casarões, prédios públicos que ainda conservam os mesmos aspectos de quase 200 anos atrás. Hoje, há um marco nas conquistas, dos avanços em diversas áreas, inclusive tecnológica, como, por exemplo, o trabalho de melhoramento genético bovino, que é uma referência mundial e, ainda, na área do agronegócio, no melhoramento de sementes.

Apesar de conviver com ações modernas em diversos segmentos, é preciso pensar e planejar Uberaba para um futuro que bate às portas. A Prefeitura reuniu instituições, empresas, representantes de classe, universidades, governo e sociedade, para integrarem o conselho do U+20. 

A ideia é que todos os setores possam discutir e indicar propostas para o desenvolvimento da cidade para os próximos 20 anos.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, o prefeito Paulo Piau (PMDB), quando do lançamento desse projeto, disse que o U+20 é para pensar Uberaba para os próximos 20 anos, sem prejuízos de governo, um projeto da comunidade e que os gestores serão obrigados a cumprir.

O conselho deverá pensar como Uberaba estará formada no futuro e, então, traçar o caminho a ser percorrido para chegar a esse objetivo. O objetivo da ação é justamente ouvir vários setores, de forma que todos na cidade contribuam para sua construção e desenvolvimento.

 Proposta se baseia em experiências com êxito no Brasil e no exterior


Conselho reúne diversos segmentos da sociedade, visando a discutir e a buscar soluções para a cidade nos próximos 20 anos

A proposta para se planejar uma cidade por 20 anos ou mais, não é nova. Já existe em outras cidades, no Brasil e fora, e tem obtido êxito.

De acordo com os organizadores do projeto, os exemplos de sucesso estão servindo de base para a construção do U+20 que está sendo adaptado para a realidade de Uberaba. A principal inspiração da proposta é a cidade de Medellín, na Colômbia, que já possui um sistema implantado para ouvir as propostas da comunidade que participa das decisões tomadas pelo governo. A ação teve tanto sucesso e proporcionou tantos benefícios, a ponto de ela ser reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma das cidades mais inovadoras do mundo.

A gestão do U+20 ficará a cargo do Parque Tecnológico de Uberaba, ligado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo. Paralelo às ações do conselho, o parque vai trabalhar para a criação da Plataforma “Minha Uberaba”, que será um espaço on-line de divulgação e debate de propostas para a cidade. Será desenvolvida, também, com avaliação do conselho, a Carta Uberaba, que trará em seu texto a perspectiva de crescimento da cidade e a proposta do U+20.

O conselho vai trabalhar em cinco grupos temáticos que abordarão propostas focadas na construção de uma Cidade Segura, Cidade Saudável, Cidade Inteligente, que trabalhará inovação e tecnologia; Cidade Acessível, que trabalhará a mobilidade, e Cidade Produtiva, que trabalhará o desenvolvimento econômico.

O conselho deverá pensar como Uberaba estará formada no futuro e, então, traçar o caminho a ser percorrido para chegar a esse objetivo. O importante da ação é justamente ouvir vários setores, de forma que todos na cidade contribuam para sua construção e desenvolvimento. 


Leia mais

Continua depois da publicidade

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia