JM Online

Jornal da Manh√£ 47 anos

Uberaba, 25 de janeiro de 2020 -

BUSCAR EM TODAS AS SE√á√ēES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Servidores analisam suspens√£o de greve na UFTM

Greve dos t√©cnicos administrativos, que atinge inclusive a Universidade Federal do Tri√Ęngulo pode ser suspensa

- Por Helena Cunha Última atualização: 12/07/2011 - 00:12:43.

Greve dos técnicos administrativos, que atinge inclusive a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), pode ser suspensa até dia 31 de julho. Rodada de assembleia realizada em diversas universidades termina hoje e na quarta-feira sai decisão do comando nacional de greve.

De acordo com a coordenadora-geral do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior do Município de Uberaba (Sinte-MED), Mirtes Reis, assembleia realizada com profissionais de Uberaba decidiu pela permanência da greve, entretanto, a decisão depende da maioria das universidades.

Em Brasília, o comando nacional de greve aguarda as bases decidirem pela suspensão até 31 de julho, ou não, até o governo negociar, conforme pedido em documento assinado pelo ministro da Educação. “Pelo que estamos analisando, a maioria está tirando deliberação em assembleia pela permanência da greve até que o governo dê algo concreto para a categoria.” Caso os técnicos administrativos das universidades resolvam deixar a greve, o comando nacional tem prazo para avisar as bases para retornarem ao trabalho. Porém, não será o fim da greve e sim a suspensão, completa Reis.

As reivindicações que os servidores técnicos federais do Hospital de Clínicas da UFTM não abrirão mão são a reposição salarial, já que estão há 10 anos sem aumento; contra a aprovação do Projeto de Lei 549, que determina o congelamento dos salários dos funcionários públicos por 10 anos, e, ainda, contra a privatização dos hospitais universitários por meio da Medida Provisória 520. Atualmente, a greve dos servidores técnico-administrativos atinge mais de 47 universidades federais.

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia