JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 22 de janeiro de 2022 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

CIDADE

Continua depois da publicidade



Inflação não desanima comércio de produtos natalinos este ano

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

05/12/2021 - 00:00:00. - Por Luiz Gustavo Rezende

Foto/Jairo Chagas

Comerciantes já estão preparados para atenderem à demanda de produtos natalinos, cuja expectativa de vendas é boa

Apesar do gosto amargo ao longo do ano, a inflação com a qual vive atualmente a economia brasileira não deve tirar o doce do período natalino. Comerciantes de Uberaba estimam boas vendas de frutas, castanhas, produtos cristalizados e vinhos este ano e o movimento maior, em alguns comércios, já é verificado. Entretanto, outros acreditam que a movimentação elevada deve ser somente na semana do dia 25.

Milton Silva, do Empório “Quais Quais”, localizado no entorno do Mercado Municipal, está otimista, mesmo reconhecendo a alta nos preços este ano. “Todos os produtos sofrem com a inflação e, por conta do transporte, os preços foram afetados, sim. Mas eu acredito que a movimentação maior deve ser de até 50%. Isso porque são muitos os produtos procurados, como as frutas, castanhas, cristalizados e vinhos”, revela.

No entanto, Silva analisa que a procura no estabelecimento dele está em níveis normais, mas pontua que deverá acentuar-se na semana do Natal. “Muitos desses produtos são perecíveis e perdem facilmente. Então, as pessoas deixam para comprar mais perto do Natal”, detalha.

Ednei Eduardo de Souza, da Banca do Dinei, localizada no Mercado Municipal, estima que o movimento no comércio dele deve ser 30% maior. “Eu já estou com movimentação maior porque nós montamos cestas. Então, desde o início deste mês, já estamos com a demanda alta”, pontua.

Além disso, outro fator que deixa os comerciantes otimistas é que este ano as confraternizações podem ser maiores devido à redução nas restrições, proporcionada pelo avanço da vacinação.

 

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia