JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 01 de dezembro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Presença insuficiente afeta mais de mil alunos da rede municipal

Pelo menos 10 estudantes não foram encontrados e serão denunciados ao Conselho Tutelar e alunos com atividades insuficientes poderão ser reprovados

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

16/10/2021 - 00:00:00. - Por Luiz Henrique Cruvinel

Foto/Reprodução

Secretária de Educação, Sidnéia Zafalon, destaca que os pais que deixam os filhos fora da escola poderão responder por omissão 

Em Uberaba, mais de mil alunos estão com presença insuficiente nas atividades estudantis da rede municipal de ensino, de acordo com a secretária de Educação, Sidnéia Zafalon. O panorama, que já é crítico, pode ser ainda mais desastroso se a gestão não conseguir recuperar os alunos que abandonaram completamente as atividades escolares. Nestes casos, até o Conselho Tutelar poderá ser acionado.

Durante entrevista ao programa Pingo do J dessa sexta-feira, Sidnéia Zafalon afirmou que quase 1,9 mil alunos estavam em situação de insuficiência, mas, devido às buscas realizadas pela Secretaria de Educação (Semed), este número pôde ser reduzido para 1.158. Foram feitos encontros presenciais, ligações telefônicas, visitas domiciliares e procuras nas vizinhanças para alertar os responsáveis sobre a ausência dos discentes.

Entretanto, a busca escancarou um problema maior. Destes 1.158 alunos, cerca de 100 estão em completo abandono e não foram encontrados pelas equipes da Semed. A secretária, durante a entrevista, afirmou que penalidades poderão ser impostas, como o encerramento imediato da matrícula da criança.

“Avisamos aos pais que haverá reprovação e, consequentemente, aquele aluno que não participou de nada, que não compareceu, se não realizar a renovação de matrícula e as atividades nesse período, perderá a vaga. E é muito sério os pais deixarem o filho perder a vaga na situação em que estamos e eles poderão responder por omissão”, declara Sidnéia.

Além disso, o Conselho Tutelar está ciente da condição desta centena de alunos e será acionado caso o resultado das rematrículas não seja otimista. A reportagem do Jornal da Manhã procurou o Conselho para questionar os procedimentos a serem adotados no caso de menores que estejam fora da escola e as implicações que os pais podem responder, mas até o fechamento desta edição não houve resposta.

Durante a entrevista, Sidnéia Zafalon reforçou a necessidade de a educação ser prioridade nas famílias e lembrou que a pasta oferece as atividades impressas àqueles que não têm condições, por opção familiar ou não, de acompanhar as aulas presencialmente.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia