JM Online

Jornal da Manhã 49 anos

Uberaba, 24 de outubro de 2021 -

BUSCAR EM TODAS AS SEÇÕES BUSCAR
Buscar

Mais árvores serão suprimidas na Padre Eddie Bernardes

#JornalDaManhã #QuemLêConfia
• WhatsApp: 34 99777-7900

13/10/2021 - 06:16:01. - Por Rafaella Massa


Árvores foram suprimidas no final de setembro na Padre Eddie (Foto/Arquivo)

Há previsão de mais supressões de árvores na avenida Padre Eddie Bernardes no bairro de Lourdes em Uberaba. De acordo com o biólogo da Secretaria de Meio Ambiente, Paulo César Franco, no local existem cerca de 126 árvores que terão de ser sacrificadas por estarem com o estado de preservação comprometido em função do processo de deterioração.

Algumas das árvores do local estão tendo ataques de cupins, principalmente as da espécie Pau Rei.

Paulo César ainda alertou o conselho sobre o risco do colapso arbóreo em toda a cidade. Segundo a representante da Defesa Civil, Ana Luisa Bilharinho, a situação já aconteceu em outras cidades e é preciso tomar algumas medidas preventivas. “Estão sendo estudadas algumas medidas, principalmente, fazer um inventário dessas árvores e ver a [árvore] que tem necessidade de supressão, de poda ou até de transposição de local. Esse é um ponto também que foi discutido nessa reunião, e é um ponto que está sendo discutido por toda a equipe do executivo”, explica Bilharinho comentando sobre a reunião do Conselho Municipal de Segurança.

Leia também: Supressão de árvores na avenida Padre Eddie Bernardes irrita moradores

Ainda segundo Ana Luisa, a supressão de árvores pode ser muito boa, evitando problemas de queda de árvore e infestações, mas também pode ser ruim quando se deixa uma área sem proteção arbórea.

“Essa supressão da Padre Eddie Bernardes também é um ponto individual, porque foram espécies que não são perfeitas para aquele local e cresceram abusivamente e estão causando risco para a população. Todos os dias a Defesa Civil estava recebendo notificações daquela população, com risco das árvores caírem sobre as casas, sobre as pessoas. A supressão foi necessária naquele local naquele momento. Mas será estudada ali uma recomposição arbóreas, mesmo que não seja no canteiro central, que seja em alguma outra área, para não deixar a população sem a proteção da questão do verde, que a gente precisa fazer essa reposição da atmosfera”, finaliza Bilharinho.

Siga o JM no Instagram: @_jmonline
e também no Facebook: @jornaldamanhaonline

Leia mais

DESENVOLVIDO POR Companhia da Mídia